06/02/2009

Mem Martins - Estacionamento Tarifado

A Câmara Municipal de Sintra prepara-se para dentro de muito em breve, colocar parquímetros na zona da estação de Mem Martins. Esta é uma medida que eu não concordo, apesar de ser a decisão mais fácil de tomar pela autarquia. Como já explanei neste blog, penso que a melhor solução seria a criação de um silo automóvel, onde ai sim o estacionamento seria pago, e se poderia criar alguma ordem no estacionamento da zona envolvente e aumentar o numero de parqueamento em toda a zona.

As artérias abrangidas por esta decisão compreendem as zonas envolventes à estação ferroviária, desde a Avenida Chaby Pinheiro à Avenida da Belavista, incluindo a Estrada de Mem Martins e a Zona de Fanares. O parqueamento será sujeito a pagamento entre as 8h00 e as 19h00, aos dias úteis, e entre as 8h00 e as 13h00, aos sábados. As tarifas vão variar entre 0,20 € (15min) até um máximo de 4,50€. Os moradores terão direito a um lugar gratuito, podendo adquirir um segundo lugar por 25 euros e um terceiro por 200 euros.


Se o objectivo desta medida é aumentar a rotatividade do estacionamento para incentivar o comercio, a única coisa que eu posso pensar é: "Viva a hipocrisia".
Permite-se o aumento exagerado de grandes e médias superfícies, que tem morto o comércio tradicional na freguesia?


Penso que o pior desta medida é afastar as pessoas que moram numa zona mais afastada da estação, deixando a zona mais deserta.










Para mim, será certamente mais um desincentivo para me deslocar até à zona da estação, pois o facto de me obrigar a ter moedas, e a gastar mais dinheiro, me obrigará a deslocar-me para outras zonas em detrimento da zona de Fanares.

E já pensaram:
- Vou ter de pagar para ir ao Centro de Saúde...
- Vou ter de pagar para ir à CATUS...
- Vou ter de pagar para ir aos CTT...
- Vou ter de pagar para ir à Junta de Freguesia...
- Vou ter de pagar para ir ao Banco...
- Vou ter de pagar para ir ao Pão...
- Vou ter de pagar para ir à sapataria...
- Vou ter de pagar para fazer qualquer coisa...
- Vou ter de pagar...
- Vou ter de pagar...
- Vou ter de pagar...

3 comentários:

  1. Eu sei o que fazer às malvadas máquinas engolidoras de moedas!

    Aprendi em Lisboa com uns arrumadores mafiosos...

    Decapante celuloso pela ranhura, ou areia com uma palhinha lá para dentro!

    Fica mais caro andar sempre a reparar as máquinas que cobrar estacionamento!

    ehehehheeh

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente o cenário é pior do que o descrito.

    Segundo regulamentação expressa no Edital Camarário nº 484/2008, os moradores das zonas consideradas de alta rotação não poderão ter o seu carro estacionado junto da sua residencia.
    Mesmo com cartão de residente, com o carro estacionado na sua rua, terá de pagar parquimetro nos dias uteis das 10 ás 18h e noas sábados das 08 ás 13h!

    Perante este cenário colocam-se algumas questôes basicas do quotidiano dos moradores:
    Terei de acordar todos os sábados ás 07.59h para colocar moedas no parquimetro?
    Terei de pagar parquimetro sempre que tiver de ficar em casa nos dias uteis (ex. doença, apoio familiar, etc).
    Terei de pagar parquimetro se me deslocar para o trabalho de transportes publicos e deixar o carro junto á minha residência?
    Terei eu como cidadão perdido o direito constitucionalmente consagrado a férias e descanso onde tipicamente o carro está parrado junto á residencia?

    Se tiver o "azar" de residir nas seguintes ruas prepare a carteira e o despertador:
    Av. Chaby Pinheiro
    R. Lirios
    R. Madressilva
    R. Domingos Saraiva
    R. Moinho de Fanares
    Estd de Mem Martins (toda)
    Travessa de Fanares
    R. Zambujal
    R. Fanares
    R. Republica Popular de Moçambique
    R Azenha
    R Hortas de Fanares
    R. Cima de Fanares
    R. Rio da Azenha
    Av da Belavista

    Lute pelos seus direitos. Dirija-se ao Gabinete de Apoio ao Municipe no Atrium Chaby e deixe a sua reclamação.

    ResponderEliminar
  3. Essa coisa dos terrorismos sobre as máquinas é algo do terceiro mundo e faz lembrar os palhaços que andam lá para o Algarve a fazer atentados na auto-estrada. Esse tipo de mentalidade só revela pertencer-se a um país do terceiro mundo em termos de mentalidades. Quanto aos moradores serem cobrados não acredito, é pura especulação. Relativamente ao caos que se instalou nos últimos anos junto á Estação de Algueirão-Mem-Martins, acho muito bem. Todos os dias se vê idiotas estacionados junto ao triângulo quer para ir á Estação ou padaria quando antigamente com a GNR levavam logo era uma multa! Se fosse polícia podem crer que passava lá todos os dias e comiam todos os dias! Nas traseiras do centro comercial Galáxia é outra rebaldaria escândalosa com carros estacionados no meio da estrada. Depois do Pingo Doce na faixa da esquerda é todo o belo dia palhaços lá estacionados. Mem-Martins tornou-se um caos! Nunca se viu nada assim! É só indisciplina e prevaricadores que têm de ser educados e ensinados. Depois algumas como já vi ainda vão a argumentar para a polícia quando lhes dizem que estão mal. Só querem é andar de jipes a poluirem e a ocuparem espaços de qualquer jeito mesmo em plena via pública. Existe um palhaço com o BMW X6 TODOS OS DIAS parado em plena faixa da esquerda pouco depois do Pingo Doce! Todos os dias junto ao cruzamento da rua Chaby, onde dantes cabiam dois carros na faixa de rodagem, agora só cabe um devido aos carros mal estacionados á direita e depois quem quer ir pela faixa da direita junto á LIMITE tem sempre de parar e se desviar dos palhaços da esquerda! Há muito tempo que é preciso acabar com esta rebaldaria e é por causa destes idiotas que depois acontecem estas medidas dos parquímetros porque o português só aprende com uma valente tacada no toutiço. Não querem pagar? Comprem motas eléctricas e não poluam e sejam civícos e saibam estacionar. Deviam também era colocar câmaras de video em todo o lado para controlar os terroristas que para aí andam sem qualquer visão do mundo e da vida.

    ResponderEliminar