29/09/2009

Abertura da A16/IC30


Abre à meia-noite de amanhã (30 Set) a A16, a nova auto-estrada que liga os concelhos de Cascais, Sintra e Amadora a Lisboa. A obra visa retirar veículos do congestionado IC19. Segundo estimativas do Ministério das Obras Públicas, serão vinte mil os veículos que diariamente deixarão o IC19, embora a nova auto-estrada, concessionada à Aenor, tenha portagens em algumas partes.

Existirão três sub-lanços com portagens, segundo apurou o CM. No IC16, entre o nó de Sacotes e o nó do Telhal, o custo é de 50 cêntimos. Este percurso irá servir as populações de Algueirão-Mem Martins. Também 50 cêntimos é o custo da portagem entre os nós da CREL e de Idanha, via que servirá o Cacém. No percurso Sul da A16, no IC30, entre os nós de Ranholas, no IC19, e do Linhó, o custo é de 90 cêntimos, num acesso que irá beneficiar os habitantes de Albarraque, concelho de Sintra.
Com estes 23 novos quilómetros, a conclusão da A16 completa a rede de estradas de alta capacidade da Grande Lisboa. Uma rede que visa descongestionar os eixos mais sobrecarregados de acesso à capital, como é o caso do IC19.
A fluidez do trânsito permitirá chegar de Algueirão (concelho de Sintra) a Lisboa em 20 minutos, ou seja, metade do tempo em relação ao actual, em hora de ponta, no IC19. A nova auto-estrada fica concluída antes da data prevista pelo Governo, que em Julho de 2008 estimava para o próximo ano a sua conclusão.
A obra é o prolongamento dos quatro quilómetros já existentes entre os nós da Circular Regional Exterior de Lisboa (CREL) e a Pontinha, onde em 2007 circulavam diariamente 37200 veículos.
Com o prolongar da via aos concelhos de Sintra e de Cascais o Governo estima em vinte mil o número de novos condutores que circularão na A16.
A maior parte dos utentes sairá do IC19 e em menor número da A5, auto-estrada que liga Lisboa a Cascais.
Excerto de peça da SaloiaTV sobre a A16/IC30, com Guilherme Leite
video

Filme da SIC, com a inauguração da A16/IC30

7 comentários:

  1. É um autentico roubo!!! Acho que as populações deveriam contestar estes preços. Na A5 percursos identicos ou até maiores custam apenas 0.70€!!! Se a Brisa já tem lucros então a Aenor quer enriquecer rapidamente à custa de Sintra.

    ResponderEliminar
  2. è assim que os empresários do Norte (Ascendi, antiga AENOR) ganham dinheiro á custo do pessoal do Sul..... na terra deles nem querem lá portagens e depois vêm para cá aplicar taxas destas !!!!

    ResponderEliminar
  3. A porção entre Linhó e Ranholas (apenas 4km, não 11km como dizem) custa 90 cêntimos e será talvez a porção de autoestrada mais cara de Portugal. Alguém conhece algo mais caro?

    ResponderEliminar
  4. Informo que de Sacotes a Queluz Paguei esta manhã 1,05 Euros (cerca de 10 Km)

    ResponderEliminar
  5. Acabo de utilizar esta via. E constato que só é útil na ligação para Cascais, apesar de ser extremamente cara... A ligação à Crel não serve para nada, nem tira trânsito do IC 19... Uma obra sem sentido.

    ResponderEliminar
  6. Ok...vamo ser realistas! Eu não gosto do Sócrates, não gostos da maioria dos projectos deste governo, acho as portagens um roubo, mas a verdade é que comparando com os outros dias hoje de manhã demorei menos 25min a chegar ao Hospital Fernando Fonseca, saindo do Algueirão as 8h30...
    Pode não ser a Auto estrada mais util mas para mim dá bastante jeito :D

    Rui

    ResponderEliminar
  7. Venho corrigiro o que disse ontem, só hoje é que dei conta, pois o valo de Algueirão até ao Estádio Nacional é de 1,55 Euros (Um verdadeiro Roubo), ou seja de Algueirão a Belas 0,50 Euros, de Belas ao Estádio (A5) é taxado em Queluz (CREL) 1,05 Euros (Provavelmente o mais caro do País (5/6 Km).

    ResponderEliminar