24/10/2012

Urbanização Abandonada

Serei eu o único, sempre que passo nesta zona, a olhar para esta urbanização, e a pensar em mil situações de perigo? São aproximadamente 20 vivendas inacabadas, de fácil acesso a qualquer pessoa...

Localizada nas traseiras da Lusiteca (fábrica Gorila)


O interior das construções já se encontra destruído, tendo sido alvo de roubo e vandalismo. Tudo o que teria algum valor desapareceu.

Não seria fundamental, e uma obrigação, vedar o acesso ao interior destas construções?




Será necessário existir um problema grave para serem tomadas medidas?




Esta urbanização é apenas mais um mau exemplo do planeamento urbanístico no concelho de Sintra, quando se constroem prédios encostados a fabricas...


(Nota: mesmo fora dos limites administrativos da Freguesia, esta zona, para mim, é Mem Martins)

4 comentários:

  1. Se as vivendas não foram acabadas porque foram embargadas deviam ser destruidas. Assim como acho uma palhaçada as pessoas que ficaram com os apartamentos colados à fábrica. Mais valia destruirem tudo e realojarem as pessoas que ali estão.

    ResponderEliminar
  2. A urbanização não foi embargada. O construtor foi declarado insolvente e não acabou a urbanização. Sendo que as pessoas que lá vivem, nem escrituras têm feitas. Está aqui um grande imbróglio. Verdade também quem lá vive, é quem tem mantido as casas abandonadas desocupadas, porque já houve diversas tentativas de "ocupação".

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde, gostaria de saber se alguém sabe como posso adquirir uma dessas vivendas? É que já está lá uma em fase de reconstrução.

    ResponderEliminar