25/09/2016

'Jesuina de Chaby'

Quem foi a 'Jesuina de Chaby'?
situado em Mem Martins. próximo da sede da Junta de Freguesia

Em 1925, estreava no Teatro Politeama a peça intitulada «O leão da Estrela» da autoria de Ernesto Rodrigues, Félix Bermudes e João Bastos. Esta peça original era representada pela primeira vez no Teatro Politeama pela Companhia Chaby Pinheiro.

Faziam parte da Companhia os actores Chaby Pinheiro e sua esposa Jesuína de Chaby, a actriz Emília de Oliveira, João Silva, Helena de Castro, Luís Pinto, Ribeiro Lopes, Maria Clementina, Jorge Grave entre outros.

24/09/2016

[DN] Barreiro-Algueirão em três horas

Texto excerto da reportagem:'Dez Kms à hora a bordo dos transportes publicos'

Dois minutos, dois minutos era quanto a enfermeira Angelina Gardete, 60 anos, precisava para apanhar o comboio das 18.41 no Rossio, com destino a Sintra, para sair no Algueirão, onde mora. Assim, tem de esperar mais 30 minutos. "Não sei o que se passa, antes eram mais próximos", lamenta. Do gabinete de comunicação da CP informaram o DN: "Há dois comboios que pode utilizar para, com transbordo na estação do Cacém, ter ligação a Sintra, comboios de dez em dez minutos." Angelina diz que não compensa, que além de poder não ter lugar sentada, o tempo que iria ganhar seriam uns dez minutos. E a composição que sai meia hora depois vai cheia e com entrada de passageiros ao longo do percurso.


Angelina Gardete trabalha no Barreiro e vive em Algueirão

E vai já com 1h45m de viagem desde que deixou o Hospital do Barreiro, onde trabalha. É um dos seus três locais onde exerce funções, além dos hospitais de Amadora-Sintra e de Cascais, este último o que lhe dá um ordenado fixo. Desloca-se para estas unidades em viatura própria, mas o tempo, o custo do combustível e as portagens não compensam a sua utilização para o Barreiro. Gasta uma média de 250 euros por mês nas deslocações.

Saiu do hospital às 17.30 para apanhar o barco no Barreiro das 17.45, chegando ao Terreiro do Paço 20 minutos depois para apanhar o comboio no Rossio. "Posso apanhar o metro, mas a médica diz que faz bem andar e aproveito, são 15 minutos a pé. Quando estou com mais pressa vou no metro, mas são cada vez mais espaçados e, muitas vezes, está com problemas."

Desce em Algueirão-Mem Martins às 19.46 e, neste dia, não tem o carro disponível porque o emprestou ao filho. Terá de apanhar a camioneta. Nos dias em que está menos cansada, o que não é o caso, vai a pé e são 20 minutos. No horário diz que a próxima é às 20.12, mas tem sorte e apanha outra por volta das 20.00. "São três horas de viagem, mais coisa menos coisa, é sempre assim, na ida e na volta."

Horas que dá para falar de tudo, que trabalha e desconta desde os 12 anos, que voltou a estudar quando conseguiu pagar os estudos, que sofreu violência doméstica com o pai dos dois filhos. E que, muito provavelmente, regressará a Londres, onde já trabalhou. E onde ganha mais num mesmo sítio do que nos três hospitais em Lisboa. "O tempo e o dinheiro que gasto nas viagens? Quase que não compensa, mas tem de ser!"

Brico Depôt - Grande Abertura

Onde ficava situada a antiga fabrica da 'Fricarnes', ao lado do 'Staples'

21/09/2016

HAROLD - Vai e Vem [video]

Harold, MC do colectivo GROGNation, desvendou a capa e data de lançamento de Indiana Jones, título do seu álbum de estreia. A edição do seu primeiro trabalho a solo está marcada para o dia 26 de Setembro e a capa é da autoria de Tiago Girão.

https://www.facebook.com/temp2725/

O nome do álbum, uma clara referência ao filme Indiana Jones, é descrito por Harold desta forma ao Rimas e Batidas: “Além de ser a minha primeira aventura a solo, (o álbum) marca esta fase da minha (vida) em que me divido nas obrigações de estudante e nas ambições musicais , mas existindo sempre uma relação entre as duas.
Quanto ao processo, o MC dos GROGnation revela: “Acabou por ser mais demorado do que eu esperava: conciliar a faculdade, concertos, os GROGNation e tudo mais acabou fazendo com que não tivesse o meu foco a 100% como eu queria. Resolvi adoptar uma estratégia um bocado diferente, mas ao mesmo tempo não queria demorar demasiado tempo para lançá-lo e sentirem-se grandes diferenças de evolução e novas vibes . Estou muito feliz com o resultado final.
tracklist, que pode ser vista mais em baixo, tem nomes incontornáveis do hip hop nacional no presente: a nível vocal temos nomes como BlasphPapillon (GROGNation) ou Mundo Segundoe na produção encontramos J.CoolLhastHere’s Johnny ou Intakto entre os escolhidos.

O lançamento será, numa primeira fase, apenas em formato digital, mas o artista irá disponibilizar um “e-mail para encomenda das cópias físicas a quem quiser apoiar”.

TRACKLIST:
01 – “Amor Rubia” (Prod. J. Cool)
02 – “Sucesso” C/ PierSlow (Prod. Lhast)
03 – “Safari” (Prod. Lhast)
04 – “Piratas” C/ Bispo (Prod. Lhast)
05 – “Poço das almas Perdidas” (Prod. The kid)
06 – “Pra Longe” c/Rebeca (prod. MetaMadness)
07 – “Pra dizer (Olá)” (Prod. Lhast)
08 – Honesto C/ Dj X-acto (Prod. MetaMadness)
09 – “Concórdia” C/ Blasph e DJ Nel’Assassin (prod.Intakto)
10 – Última Cruzada – C/ Papillon ,Batoré & Mundo Segundo (prod. solid Movement)
11 – Indiana Jones (Prod. The kid)
12 – Vai e Vem (Prod. Here’s Johnny)

Aulas Livres - GRÁTIS entre 19 e 30 de Setembo

Na Rua Teresa Gomes, no Bairro de São Carlos 
em Mem Martins
Rua Teresa Gomes, Mem Martins

18/09/2016

T1 Ep1: Bispo - Família Primeiro [video]

De Sol a Sol: uma série documental dedicada ao hip hop português

O primeiro episódio pertence ao rapper Bispo de Algueirão-Mem Martins. Mais do que o que canta, fomos saber como prepara os concertos, em que se inspira, como chegou até aqui e para onde quer ir a seguir.



Produção: Alexandra Matos
Filmado por: Vasco Teixeira, Rodrigo Anacleto, Luis Almeida e Alexandra Matos
Edição: Luis Almeida
Correcção de cor: João Cardoso
Grafismo: Inês Lucas (https://www.behance.net/ineslucas)

Músicas:
Bispo - Aviola (Desde a Origem)
Bispo - Baú (Desde a Origem) 
Min da Gap - O Nosso Nome (A Verdade) 
Da Blazz - Rola dodo (Dados)
Sam The Kid - O Recado (Sobre(tudo)) 
Bispo - Lembra-te (Desde a Origem)
Bispo - Amén (Desde a Origem)
Bispo - Mentalidade Free
Bispo - Sem Máscaras (Desde a Origem) 
Bispo - Convívio tá fixe assim

Com o apoio de: Slumdog Lisbon (http://www.slumdoglisbon.com ehttps://www.facebook.com/slumdoglisbon)

Agradecimento especial a: Joana Viegas, Rui Meireles

Segue-nos também no facebook em http://www.facebook.com/desolasoldoc

17/09/2016

[CMSintra] Câmara aprova adjudicação da empreitada de requalificação da Av Chaby Pinheiro

A adjudicação da empreitada de requalificação urbana da Av. Chaby Pinheiro e envolvente na freguesia de Algueirão Mem-Martins foi aprovada, esta terça-feira, em reunião de Câmara.
A empreitada da requalificação da Avenida Chaby Pinheiro e envolvente na freguesia de Algueirão Mem-Martins, no valor de 900 mil euros mais IVA de investimento da autarquia, cuja obra está prevista arrancar dentro de 3 meses, e após o visto do Tribunal de Contas, fica a cargo da empresa Luis Frazão – Construção Civil e Obras Públicas, Lda, através de concurso público.
“A estratégia de intervenção e investimento no espaço público é para melhorar a vida dos nossos munícipes. Esta zona urbana em particular vai abrir-se a uma boa fruição tanto para os que aqui vivem como para os que aqui trabalham”, afirmou Basílio Horta.
No projeto de requalificação são apresentadas soluções que reforçam a identidade de Mem Martins, através da manutenção da circulação viária, ordenamento do estacionamento, criação de zonas de estar nos passeios com colocação de mobiliário urbano, manutenção das árvores e reforço da iluminação pública, que oferecem a possibilidade de maior aproveitamento da zona.
Está ainda prevista a renovação das redes de abastecimento de água, de drenagem de esgoto doméstico e pluvial e enterramento dos ecopontos em articulação com os SMAS de Sintra.
http://www.cm-sintra.pt/camara-aprova-adjudicacao-da-empreitada-de-requalificacao-da-avenida-chaby-pinheiro