26/06/2017

Evolução das obras na Av. Chaby Pinheiro

As Obras na 'Av. Chaby Pinheiro' em Mem Martins vão avançado...
... e já se consegui vislumbrar o futuro cenário desta avenida central da freguesia.



[sintranoticias] Conheça em 10 pontos o novo Hospital de Sintra

O SINTRA NOTÍCIAS apresenta algumas das principais caraterísticas do Hospital de Proximidade de Sinta e o número de consultas ou atos médicos previstos para o equipamento

O protocolo para o novo Hospital de Sintra, junto ao bairro da Cavaleira, na Freguesia de Algueirão - Mem Martins, (localização do novo equipamento), foi hoje assinado entre o Ministério das Finanças da Saúde e Câmara Municipal de Sintra.

O SINTRA NOTÍCIAS apresenta algumas das principais caraterísticas do Hospital de Proximidade de Sintra e o número de consultas ou atos médicos previstos para o equipamento.

1 – O equipamento contempla, para consultas externas, 23 gabinetes + 5 gabinetes de reserva, sendo possível ampliar o número de especialidades. A consulta externa funcionará durante 12 horas por dia e prevê, no primeiro ano, mais de 166 mil consultas.

2 – Hospital vai dispor de uma unidade de Saúde Mental. O programa funcional contempla uma área clínica de Psiquiatria de Adultos e uma área clínica de Psiquiatria da Infância e Adolescência.

Esta unidade terá 15 gabinetes (6 gabinetes médicos e 9 de atendimento para profissionais não médicos) + salas de atividade. No primeiro ano estão previstas mais de 20 consultas de psiquiatria e cerca de 5 mil consultas de psiquiatria de infância e adolescência.


3 – Outras das valências será Medicina Física e de Reabilitação. Estão previstos 235 mil atos clínicos logo no segundo ano onde se inclui, ginásio de fisioterapia para adultos e crianças, cinesiterapia respiratória para adultos e crianças, terapia ocupacional, terapia da fala, eletroterapia, etc.

4 – Centro de colheitas com uma 1 sala com 3 postos de colheitas + 3 boxes

5 – Bloco de Cirurgia Ambulatória que no primeiro ano prevê 5 mil e 500 cirurgias. Este bloco vai disponibilizar de 3 salas de cirurgia + 1 sala de reserva.

6 – O novo hospital vai dispor de Urgências, multidisciplinar, a funcionar 24 horas. Logo no primeiro ano estão previstos cerca de 60 mil atendimentos.

7 – Está prevista uma unidade de convalescença com 60 camas, com possibilidade de ampliação para 180 camas, (o hospital Amadora/Sintra, por exemplo, disponibiliza 100 camas).

8 – Os meios complementares de diagnóstico e terapêutica vão incluir: Patologia Clínica (658 mil no primeiro ano), Raio-X Convencional (2 mil no primeiro ano), Ecografia (5 mil no primeiro ano), TAC (5 mil e 700 no primeiro ano), Ressonância Magnética (5 mil e 100 no primeiro ano) e Medicina Física e de Reabilitação (191 mil e 500 atos no primeiro ano).

9 – O Hospital inclui um Centro Tecnológico de Radiologia constituído por 2 salas de Radiologia Convencional; 1 sala de ecógrafo alta resolução (Ecografia); 1 sala TAC; 1 sala Ressonância Magnética (RMN); 2 salas Clinica de Mama – Eco mamária e mamografia.

10 – Nas Consultas Externas e Exames Especiais está programado:
a) Medicina e Especialidades Médicas (cluster A): Consultas de Medicina Interna, Dor, Neurologia; Pneumologia e Cardiologia
b) Cirurgia, Gastrenterologia e Especialidades Cirúrgicas (cluster B): Consultas de Cirurgia Geral, Cirurgia Plástica e Reconstrutiva, Oftalmalgia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Urologia e Gastrenterologia
c) Pediatria (Cluster C): Consultas de Pediatria Médica e Pediatria Cirúrgica.


O novo Hospital prevê ainda estacionamento para 25O carros, farmácia hospitalar, unidade de esterilização, refeitório e serviços gerais (cozinha, central de resíduos, casa mortuária, etc). O hospital está preparado para a área de ensino e formação com um auditório e duas salas dedicadas à formação.

25/06/2017

[sintranoticias] Assinatura do protocolo para a construção do Hospital de Proximidade de Sintra

ALGUEIRÃO-MEM MARTINS | Segunda-feira, dia 26 de junho, às 10h00, na Urbanização da Cavaleira, Algueirão
A Câmara de Sintra, o Ministério das Finanças e o Ministério da Saúde vão assinar, esta segunda-feira, 26 de junho, às 10h00, na Urbanização da Cavaleira, no Algueirão, o protocolo para a construção e instalação do Hospital de Proximidade de Sintra.
A nova unidade hospitalar, integrada no Serviço Nacional de Saúde irá aumentar a oferta de cuidados de saúde na região de Sintra e dar resposta adequada às necessidades da população local. Funcionará em estreita articulação com o Hospital Fernando da Fonseca que assegurará a sua gestão e funcionamento.
A cerimónia conta com a presença do presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, do ministro das Finanças, Mário Centeno e do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, signatários do acordo.

24/06/2017

[Jornal i] Sintra vai mesmo ter um novo hospital público

Ministro da Saúde revelou esta manhã no parlamento que o projeto vai ser apresentado na próxima segunda-feira

Os planos para o novo “hospital de proximidade” de Sintra vão ser apresentados pelo Ministério da Saúde e pela Câmara Municipal de Sintra na próxima segunda-feira. A informação foi avançada hoje no parlamento pelo ministro da Saúde, que explica que esta unidade será semelhante ao futuro hospital do Seixal, que depois de anos de reivindicações locais vai também avançar este ano.
Adalberto Campos Fernandes sublinhou que o futuro hospital de Sintra visa resolver as dificuldades de acesso a cuidados de saúde nos concelhos de Amadora e Sintra, sublinhando que este polo dará maior proximidade de serviços à população e vai descomprimir o "acesso inapropriado e excessivo" ao Hospital Dr. Fernando Fonseca, na Amadora. Nesta zona, o excesso de procura verifica-se sobretudo no acesso a urgências, consultas e exames, valências que estarão disponíveis no futuro hospital, assinalou Campos Fernandes.
O ministro da Saúde salientou que esta não será a única medida para resolver as dificuldades de acesso. Quando for lançado o concurso internacional para a nova gestão do Hospital de Cascais, que deverá manter-se em gestão privada, será revista a área de abrangência desta unidade que nos últimos anos excluía os residentes de oito freguesias de Sintra, a menos que se tratassem de necessidades na área materno-infantil. Esta alteração do perfil assistencial da PPP de Cascais deverá gerar um reequilíbrio da oferta nos concelhos de Amadora e Sintra.
A Câmara Municipal de Sintra já tinha mostrado disponibilidade para assumir a totalidade dos encargos com a construção do novo hospital. Apontando-se para um investimento de 29,6 milhões de euros.
“Este acordo é a única forma de tornar realidade a criação de um novo hospital em Sintra, uma necessidade com mais de 20 anos”, disse em junho à agência Lusa o presidente da autarquia, Basílio Horta, comentando a minuta de um protocolo que esperava vir a ser aprovado pelo governo.
De acordo com este documento, revelado pela Lusa, as obras começariam em 2017, cabendo aos ministérios das Finanças e da Saúde assegurar o equipamento geral, médico e informático, a partir do 2020, num investimento global de 51,2 milhões de euros.
Os planos da câmara são instalar o novo hospital na zona da Cavaleira, na freguesia de Algueirão-Mem Martins, junto ao IC16.

17/06/2017

Distância às praias da região

Com o ponto de partida a ‘Rotunda da Belavista’ em Mem Martins, aqui deixo o calculo de km’s do Google, até às praias da região…

Tamariz –  15,6 Km
Magoito – 16,4 km
Carcavelos – 16,6 km
Praia Grande – 17,4 km
Adraga – 19,2 km
Guincho – 19,4 km
Ericeira – 31,2 km
Caparica – 33,2 km


15/06/2017

Noite de cinema ao ar livre no Algueirão

No Largo da Igreja do Algueirão, 27 de junho, às 21h30

Noutros tempos da Juromenha

Noutros tempos, quando frequentar a escola Visconde Juromenha também significava uma viagem até à floresta…

… os alunos mais ousados e mais arriscados, quando tinham tempos livres, saiam da escola para ir até à ‘Fonte do Pinhal do Escoto’, ou até mais longe, para o lago da ‘Quinta do Molhão Pão’…
Quem se lembra???



13/06/2017

Decorrer das obras na 'Av. Chaby Pinheiro'

As obras na 'Av. Chaby Pinheiro' em Mem Martins parecem finalmente ganhar alguma velocidade depois de 6 meses de lentidão...
Junto ao 'Centro Comercial Drugs' já se consegue ver o espaço que os passeios ganham... e o espaço que o estacionamento perde...

O que será que está pensado para compensar os lugares que se perdem?



E a estrada em vez de alcatrão, começa a ganhar pedra...





As fármacias de Algueirão Mem Martins

Av. Chaby Pinheiro em 1972...

A Av. Chaby Pinheiro em 1972...
http://arquivoonline.cm-sintra.pt/



12/06/2017

Fogueiras nos 'Santos Populares'

Noutros temos, por Mem Martins, em diferentes Rua e Pracetas, durante os Santos Populares, os jovens enfrentavam o Perigo saltando a fogueira à noite.

Durante o dia procurava-se lenha, para alimentar o fogo à noite...e alcachofras para queimar na fogueira...

Quem se lembra desta fogueiras em Algueirão Mem Martins??? 
QUAL A FOGUEIRA MAIS FAMOSA DA VILA??

11/06/2017

Igreja de Nossa Sra da Natividade em Mem Martins

Esta é a Igreja de Nossa Sra da Natividade, em Mem Martins, situada na Rua Artur Bual








75 anos do 'Progresso Clube' [video]

Dia 24 de Junho o PROGRESSO CLUBE comemora os seus 75 Anos de existência (24/06/1942)!!! Venha comemorar connosco! Assista ao nosso Sarau e entre na Festa onde não faltará convívio, comida e muita música!


Demolição da 'Messa'

Na ex-fábrica da 'Messa' em Mem Martins começa a sobrar pouco, para além das memórias.
Praticamente tudo foi demolido, à excepção do edifício da montagem, e dos antigos escritórios, onde foi implementado já à algum tempo serviços administrativos da Câmara Municipal de Sintra.

Brevemente aqui irá nascer o tão desejado e moderno Centro de Saúde de Algueirão Mem Martins [clica]





COMIBERLANT em Mem Martins

Em 21 de Fevereiro de 1967, decorreram as cerimónias de inauguração das primeiras instalações do COMIBERLANT em Portugal, numa vivenda situada na região de Mem Martins. 

A cerimónia da inauguração, teve a presença do SACLANT (Supreme Allied Commander Atlantic), almirante Thomas Moorer e o Ministro da Defesa Nacional, general Gomes de Araújo.
http://arquivoonline.cm-sintra.pt/

As instalações foram transferidas para Oeiras em Outubro de 1971.

10/06/2017

'Playbus' em Mem Martins (2017)

Hoje o 'PLAYBUS' já esteve estacionado em Mem Martins para alegria da crianças, no Bairro das Eiras, próximo da antiga 'Fábrica da Messa' 


Durante o mês de Junho, para comemorar o Dia Mundial da Criança, que se assinala a dia 1 de Junho, a junta de freguesia vai promover aos sábados, uma iniciativa com o Playbus em várias localidades da nossa freguesia.

Assim, para além da festa do dia Mundial da Criança, que decorrerá no dia 3 de Junho, no Parque Urbano da Cavaleira, a diversão e a festa estender-se-á nos dias 10, 17 e 24, das 10h às 13h, a Mem-Martins, à Tapada das Mercês e ao Algueirão.

O Playbus é um autocarro de dois pisos transformado num parque infantil móvel cheio de diversões e destina-se a crianças entre os três e os dez anos. Este mundo de aventuras sobre rodas foi desenhado e construído para que todos os módulos de jogo formem um circuito em labirinto. Para além de todas as diversões, o Playbus está também equipado com música ambiente.

A lenda do Arco do Ramalhão

No passado, em Mem Martins não existia sitio para casar, até porque actual freguesia de Algueirão - Mem Martins pertencia à freguesia deSão Pedro de Penaferrim, e deste modo, a igreja correspondentes ao habitantes da terra, era a igreja de São Pedro. Desta maneira, os noivos e os convidados concentravam-se numa zona de Mem Martins, e seguiam o percurso entre Ranholas e Ramalhão, até ao local da cerimónia.


Uma viagem que que os habitantes da terra já conheciam, pelo facto de se deslocarem com frequência à Feira de S.Pedro.

No entanto, existia uma lenda antiga e popular, e hoje praticamente desconhecida de todos, que dizia que quando passasse por debaixo do Arco do Ramalhão uma noiva, donzela, pura e virgem...... o arco caía.
Os casamentos sucediam-se, e o arco lá se mantinha, tal como hoje ainda lá está.

Era normal, que quando os noivos e os convidados regressavam a Mem Martins, fosse feita a pergunta: foi desta vez que caiu o arco?

Havia que respondesse: Não caiu, mas estremeceu...


Texto baseado numa informação recolhida do livro "Mem Martins - retratos"

06/06/2017

[sintranoticias] Residencial de excelência para idosos abre no Algueirão

A segunda fase deste projeto já arrancou e que significará a construção de mais uma unidade residencial, com mais 80 camas, a criação de mais 60 postos de trabalho
Um novo equipamento residencial para idosos foi esta sexta-feira, 2 de junho, inaugurado no Algueirão.
http://sintranoticias.pt/2017/06/05/residencial-idosos-excelencia-abre-algueirao/
O novo espaço é um equipamento privado da Domus Aurea de grande qualidade com capacidade para 48 utentes e que teve um investimento aproximadamente de 4 milhões de euros. O projeto criou 25 postos de trabalho diretos.

O presidente da Câmara Municipal de Sintra sublinhou, durante a cerimónia de inauguração, que a autarquia acompanhou de perto este investimento porque reconhece “a importância e a necessidade deste equipamento e das suas respostas para o nosso território”, sublinhou Basílio Horta

O presidente da Câmara elogiou ainda o facto da Domus Aurea ter acolhido a recomendação da Câmara Municipal para disponibilizar algumas camas à segurança destinada a pessoas carenciadas. “Este é um ato de grande generosidade de um privado que assume de facto a sua responsabilidade social”, lembrou o autarca.


Basílio Horta destacou ainda a importância da segunda fase deste projeto, que já teve início, e que significará a construção de mais uma unidade residencial, com mais 80 camas, a criação de mais 60 postos de trabalho diretos e um investimento na ordem dos 4,5 milhões de euros.

[Correio da Manhã] Idoso desaparecido em Sintra encontrado bem de saúde


Homem de 84 anos estava junto à EN50, visivelmente desorientado.

Cerca de 30 operacionais participaram numa operação de busca e salvamento para encontrar um idoso que esteve desaparecido na zona de Belas, em Sintra. Entretando, o homem de 84 anos, foi encontrado, visivelmente desorientado junto à EN250, sem sinais de violência. 

Residente em Mem Martins, o idoso tinha sido dado como desaparecido na segunda-feira à noite pelo filho. Apesar de se encontrar bem de saúde, o homem foi transportado ao Hospital Amadora-Sintra por precaução. No terreno estiveram 28 operacionais, apoiados por 10 viaturas. As buscas decorreram na zona da Serra da Silveira, na freguesia de Queluz e Belas, concelho de Sintra, precisou a ANMP.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/autoridades-procuram-idoso-desaparecido-em-sintra?ref=cmaominuto_timeline