Tempo em Algueirão Mem Martins

sábado, 28 de dezembro de 2013

[Ocidente] Trio espalha terror em roubo armado na Pastelaria Farol

Noticia Rádio Ocidente
Três homens com pistola assaltaram a Pastelaria Farol, na Avenida Salgueiro Maia em Mem Martins, e dispararam para que não o proprietário não resistisse.

Apesar da violência do roubo, o homem não sofreu ferimentos. Foi ele que após o assalto alertou a PSP de Mem Martins, que foi logo ao local. Na altura em que se deu o assalto armado não estava ninguém no estabelecimento além do proprietário, uma vez que o café encerrara meia hora antes.

O proprietário tinha ficado a fazer algumas limpezas quando foi atacado pelos assaltantes. 

A PSP foi chamada ao local, mas já não conseguiu deter os assaltantes. Como se tratou de um assalto com armas de fogo, a investigação está a cargo da Policia Judiciária.

Escola Preparatória de Mem Martins - Agenda do Aluno

A capa das antigas agendas do aluno, na Escola Preparatória de Mem Martins, no final dos anos 80, com um mapa antigo da região.

Ainda hoje, nas ruas da Rinchoa, existe antiga sinalética referente à Escola Preparatória de Mem Martins



História da Escola

A Escola sede do agrupamento situada na Tapada das Mercês foi criada por Portaria, publicada em 4 de Outubro de 1973, no Diário do Governo, à qual foi atribuído, inicialmente, o nome de “Escola Preparatória do Visconde de Juromenha

Apesar de criada em 1973, apenas em 17 de Novembro de 1975 as actividades lectivas se iniciaram no local onde a mesma se encontra localizada na actualidade. Quatro anos mais tarde, passou a ser designada por “Escola Preparatória de Mem Martins”. Em resultado da criação, através de uma Portaria datada de 23 de Maio de 1991, das escolas preparatórias e secundárias (C + S), a Escola mudou novamente de designação, passando, nessa altura, a ser conhecida por “Escola C+S de Mem Martins”.

Em sete de Maio de 1997, foi novamente atribuído o nome do Visconde de Juromenha ao nosso estabelecimento de ensino, que passou a denominar-se “Escola Básica dos 2º e 3º ciclos Visconde de Juromenha”.

Mais tarde, foi constituído o “Agrupamento de Escolas Visconde de Juromenha”, que agrega a Escola B. 2 3 Visconde de Juromenha, a Escola B 1 /JI Tapada das Mercês e a Escola B 1 /JI Eduardo Luna de Carvalho (Despacho da Directora Regional da Educação de Lisboa em 9 de Junho de 2004).

O nome atribuído ao Agrupamento e a uma das Escolas que o integra, Visconde de Juromenha, refere-se a João António de Lemos Pereira de Lacerda, que foi o 2º Visconde de Juromenha (nasceu em 1807 e morreu em 1887).

Apesar de apoiante da causa miguelista nas lutas liberais, foi reconhecido como um Homem de Letras, notável conferencista e divulgador da história e património de Sintra.



sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Paióis

Em Algueirão Mem Martins existiram alguns paióis, com o objectivo de armazenamento de pólvora, a carga explosiva das granadas e explosivos utilizados em minas, pedreiras e obras de construção civil.
atrás fabrica Messa
Como referência, destaco os locais onde existiram estes depósitos:
   -Cabeço do Sol [Barrosa]
   -Rua do paiol (atual rua Prof. Bento Jesus Caraça) [Algueirão]
   -Atrás Fabrica Messa [Mem Martins]

Devido à falta de conservação, a degradação apoderou-se destes espaços, restando apenas amontoados de pedras ou paredes degradadas.
atrás fabrica Messa

Abaixo, link do Blog Coutinho Afonso, com informação sobre o paiol da Barrosa

http://coutinho-afonso.blogspot.pt/2008/09/o-paiol-de-plvora-da-barrosa.html

GROGNation - Dá-me Espaço [video]

[clica abaixo]

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Lixo Eleitoral (3 meses depois)

e lá está... 
passaram 3 meses do acto eleitoral e as ruas continuam com vários vestígios de lixo eleitoral [várias candidaturas]
exemplo: 24Dez2013 Rua António Silva, Mem Martins

... e agora quem é responsável desta poluição visual?

O candidatos que sujaram e não limparam?? ou os técnicos municipais de limpeza?? 

Nas eleições autárquicas de 2009 aconteceu o mesmo...

http://algueirao-memmartins.blogspot.pt/2009/10/lixo-eleitoral-pela-vila.html


Aqui deixo um exemplo de respeito e cidadania, com a retirada de todos os cartazes poucos dias após as eleições de uma das candidaturas... [MUDA]

Abaixo, link com fotos da retirada de todos os cartazes

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

D'arty Móveis Confiança e Móveis Pica-Pau

As Lojas D'arty Móveis Confiança e Lojas Pica-Pau eram uma rede comercial de móveis nos anos 80 e 90, com várias lojas espalhadas na zona de Lisboa, e com presença de duas lojas em Mem Martins.

Provavelmente, ainda existirá nos dias de hoje, nas casas da vila, muitas peças de mobiliário compradas nestas lojas.


A D'arty Móveis Confiança era na Rua da Azenha

Os Móveis Pica-Pau estavam localizados na Av. Chaby Pinheiro, em frente à antiga SAP.

Lista de Lojas

O slogan publicitário marcou uma época na radio e na TV: "Na D'arty Móveis... é à confiançaaaa..."


Anúncio televisivo com Nicolau Breyner

sábado, 21 de dezembro de 2013

Deslocalização Farmácia Marques Rodrigues - São Carlos

Rua Maria Matos 16
Segundo informação que recolhi, a Farmácia Marques Rodrigues em São Carlos será deslocalizada. Neste processo, as regras em vigor obrigam à salvaguarda da acessibilidade das populações aos medicamentos, a sua comodidade, bem como a viabilidade económica da farmácia, cuja localização o proprietário pretenda transferir.

A população mais idosa e com menor mobilidade ficará penalizada com a mudança?

Esta mudança também necessita de parecer favorável da Câmara Municipal.
(o novo local já se encontra aparentemente em obras)

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Natal em Comunidade - 21 Dezembro


A Casa da Juventude vai este sábado dia 21 de Dezembro, a FESTA DE NATAL EM COMUNIDADE, com início às 14.30 horas e prolongando-se até às 19.30.

Por aquele espaço camarário vão passar os Fantoches e Desfile de Moda, para além de muita Música e Dança.
O Pai Natal - figura central desta festa - também marcará presença na iniciativa que tem entrada livre e é promovida pelo grupo de dança Lady´s Power com o apoio de outro grupo informal, o Clube das Mulheres

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Viagem Lisboa Sintra [video]

Video com viagem de 3 minutos de Lisboa para Sintra, com informação de todas as saídas, pelo IC19 e A16

[Expresso da Linha] Incêndio em Apartamento na Tapada das Mercês

Um apartamento de um prédio na Tapada das Mercês (Algueirão-Mem Martins) ficou hoje sem condições de habitabilidade, na sequência de um incêndio que teve inicio num dos quartos, disse ao Expresso da Linha o comandante dos bombeiros locais.
O incêndio ficou confinado ao quarto, mas o resto da casa sofreu vários danos. As causas ainda são desconhecidas”, afirmou.

De acordo com Joaquim Leonardo, o incêndio no apartamento de um quinto andar teve inicio cerca das 10:50. Os proprietários não se encontravam na habitação e os bombeiros foram obrigados a arrombar a porta.

No local estiveram nove bombeiros da corporação de Algueirão-Mem Martins, apoiados por três veículos.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Incêndio em Oficinas - Algueirão Velho

O incêndio na manhã de ontem no Algueirão Velho, ocorreu nas oficinas localizadas atrás da sede do Recreios Desportivos do Algueirão



Comportel (Companhia Portuguesa de Elevadores)

A Comportel (Companhia Portuguesa de Elevadores) era uma das antigas fabricas instaladas na zona industrial de São Carlos, que atraia população para Algueirão Mem Martins, dando emprego a muita gente.

Em 1980, esta empresa já se encontrava bastante endividada, e foi vendida à OTIS Portugal


imagem antiga

imagem atual (google)


terça-feira, 17 de dezembro de 2013

[Expresso da Linha] Incêndio destrói dois pavilhões

Um incêndio que deflagrou hoje numa oficina em Algueirão-Mem Martins destruiu dois pavilhões de chapa, que tinham no seu interior viaturas, tintas e diluentes, disse ao Expresso da Linha o comandante dos bombeiros, Joaquim Leonardo.
De acordo com o comandante da corporação de Algueirão-Mem Martins, o incêndio deflagrou por volta das 06:30, não havendo registos de quaisquer feridos.
No local estiveram dezoito bombeiros apoiados por oito veículos de três corporações do concelho de Sintra.

sábado, 14 de dezembro de 2013

"Tetas da Velha" - Ouressa

Localizado na encosta no limite da freguesia, no final da rua João Maria Magalhães Ferraz, encontra-se o reservatório de água de Ouressa, dotado de 2 células de 350m3 cada

Estes reservatórios sempre foram conhecidos pelas: "Tetas da Velha" ou "Mamas da Velha"

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

[Jornal de Notícias] GNR liberta homem e mulher sequestrados


A GNR libertou esta terça-feira um homem e uma mulher que tinham sido sequestrados em Algueirão, Sintra. Na operação foram detidas cinco pessoas.

As vítimas encontravam-se feridas e corriam risco de vida e foram libertadas de uma casa em Algueirão-Mem Martins, com recurso ao Grupo de Operações Especiais da PSP, que arrombou a habitação, onde foi encontrada pelo menos uma arma. A GNR deteve cinco pessoas e libertou as duas vítimas, mas é provável que haja mais implicados.

A ação ocorreu na sequência de uma investigação que estava a decorrer por parte do Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Almada, que na noite de segunda-feira intercetou um indivíduo na ponte 25 de Abril, que transportava entre 10 a 14 quilos de haxixe.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Imagem da Vila Saloia do passado

No grupo do Facebook "Eu vivo ou já vivi em Algueirão Mem Martins" foi partilhada uma foto deliciosa do passado de Algueirão Mem Martins


Certamente não é fácil contextualizar esta aldeia saloia do passado com a vila urbana dos dias de hoje. 
Nas fotos abaixo tento comparar a localização do passado com a atualidade
[clica na foto para ampliar]

Linha Laranja
Rua das Mercês - Algueirão

Linha Azul
Estrada do Algueirão

Linha Verde
Rua de Fanares

Linha Vermelha
Estrada de Mem Martins

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

[SIC Mulher] 'Querido Mudei a Casa' em Mem Martins [video]

No próximo domingo (24Nov - 19h), na SIC Mulher
no programa 'Querido Mudei a Casa'.



a 2ª parte de uma intervenção num apartamento na Rua Cândido de Oliveira, no Casal de São José, em Mem Martins. 

A decoradora Rita Glória é a responsável do projecto.

A intervenção é no apartamento do bombeiro João Martins, da corporação de São Pedro de Sintra, que ficou ferido no passado verão, no incêndio da Serra do Caramulo, em Santiago de Besteiros


quinta-feira, 21 de novembro de 2013

São Carlos - Feira Solidária de Natal



30 de Novembro - das 10h às 18h

A escola EB1 nº1 de Mem Martins vai ser palco de uma feira solidária de Natal. Vamos ter Artesãos que aceitaram o nosso convite, rifas, atuação de Rancho Folclorico e participação dos Bombeiros Voluntários!. 

A totalidade da verba angariada pela Associação de Pais da escola EB1N1 Mem-Martins reverterá para a construção do telheiro de ligação do pavilhão conzento ao pavilhão principal.



segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Antigo fontanário na estação

Foto do antigo fontanário no Largo 25 de Abril (largo da estação)

[Publico] 'O estranho caso dos rodados dos comboios da linha de Sintra'



A geografia ferroviária da rede suburbana de Lisboa muda a partir desta segunda-feira com comboios de dois pisos a atravessarem o túnel do Rossio para assegurarem a ligação a Sintra e automotoras de cor amarela (habitualmente afectas aos regionais para Tomar) a fazerem a linha Azambuja – Santa Apolónia.

A CP justifica esta mudança por falta de material circulante, mas garante que os horários serão os mesmos, não havendo alterações significativas na oferta.

O PÚBLICO apurou que na origem desta escassez de material estão problemas anormais identificados nos rodados dos comboios que compõem a frota da linha de Sintra (séries 2300 e 2400) e que têm levado à sua crescente imobilização em oficina. A compra de novos rodados não é um acto de gestão imediato, devendo estes ser encomendados no mercado internacional com vários meses de antecedência.

A empresa tem detectado um desgaste exagerado nas rodas daquele material circulante (ver PÚBLICO de 21/10/2013) que deveriam poder assegurar 800 mil quilómetros sem ter que ir à revisão, mas que acusam problemas logo aos 100 mil quilómetros, o que obriga à sua desmontagem para serem reperfiladas num torno.

Esta operação e a dificuldade em encomendar novos rodados levou a que parte da frota se encontre agora imobilizada, optando a CP por recorrer a material circulante diferente para poder manter a oferta.

Não é, contudo, pacífico que não venha a haver a partir de hoje perturbações no funcionamento da CP Lisboa. Os comboios de dois pisos obrigam a um maior tempo de paragem nas estações para os passageiros poderem subir e descer, o que tem particular relevância na linha de Sintra, onde a procura é maior.

Por outro lado, na linha da Azambuja é dado como garantido que os passageiros viajarão a partir de hoje como sardinha em lata durante as horas de ponta porque as automotoras de serviço regional para ali destinadas têm uma capacidade inferior à das UQE (Unidades Quádruplas Eléctricas) de dois pisos que dali foram retiradas para irem para Sintra.

A CP prevê que esta situação seja “temporária” e esteja resolvida em quatro semanas.

As origens das deficiências nas rodas das automotoras 2300 e 2400 é que constituem um mistério. Técnicos da CP não têm dúvidas que o problema está na infra-estrutura pois são visíveis em alguns pontos da linha de Sintra alguns troços com “desgates ondulatórios” nos carris (estes acusam pequenas ondas em vez de serem completamente lisos). Tal situação dever-se-á a uma deficiente manutenção da Refer, que a isso tem sido obrigada devido às políticas de contenção de custos.

A Refer rejeita culpas, até porque o simples facto de a linha de Sintra ser a que tem maior tráfego em toda a rede ferroviária nacional é motivo suficiente para nela haver cuidados dobrados na manutenção. De resto, é uma linha que foi modernizada há poucos anos, havendo até um troço (Monte Abraão – Cacém), cuja quadriplicação foi inaugurada há apenas um ano.

Nesta perspectiva, o problema dos rodados seria uma especificidade do material circulante (CP) e não da infra-estrutura (Refer).

O PÚBLICO apurou que foi criado um grupo de trabalho formado por técnicos das duas empresas com o objectivo de encontrar explicações para este fenómeno.