terça-feira, 14 de novembro de 2017

[Correio da Manhã] Advogada sob ameaça em Mem Martins

Defende vítima de ex-marido que ameaça violá-la. 

A advogada da mulher que foi agredida e violada na madrugada de domingo em Mem Martins, Sintra, já tinha apresentado queixa na PSP no dia 21 de setembro deste ano por ser também ela constantemente ameaçada pelo agressor – que continua em fuga. Ao final da manhã de domingo, a advogada recebeu uma mensagem escrita que referia que seria a próxima a ser violada. A polícia chegou inclusivamente a mandar um carro-patrulha a sua casa. No mesmo dia a advogada apresentou nova queixa na esquadra da PSP de Queluz. Recorde-se que, tal como o CM noticiou, uma mulher foi encontrada inconsciente dentro de casa, em Mem Martins. Segundo a polícia, a vítima foi violada e depois transportada para o hospital Amadora-Sintra. A Polícia Judiciária de Lisboa está a investigar o caso. 

No ano passado, a vítima já tinha apresentado queixa às autoridades. O casal divorciou-se recentemente. Estavam juntos desde 2009. A mulher de 45 anos só forneceu algumas informações à polícia, mas estava muito debilitada e foi logo levada ao hospital. Deverá ser chamada em breve para falar sobre o caso.  PORMENORES  Porta arrombada A porta da casa da vítima de violência doméstica estava arrombada . Havia uma faca atrás da porta. Todos os vestígios foram recolhidos pelos inspetores da Polícia Judiciária de Lisboa que foram ao local. Mensagem a filhos Os filhos da mulher agredida e violada receberam também mensagens que os aconselhava a despedirem-se da mãe. Para além da PSP e da Polícia Judiciária, estiveram no local bombeiros da corporação de Algueirão-Mem Martins que a transportaram ao hospital.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/advogada-sob-ameaca-em-mem-martins

Sem comentários:

Enviar um comentário