15/11/2009

Bolo de Natal de Mem Martins

Sabia que existe um bolo típico 
de Natal em Mem Martins?


É verdade, com o passar dos anos a tradição perdeu-se, e o Bolo de Natal de Mem Martins foi substituído pelo tradicional Bolo Rei, no entanto, penso que era uma iniciativa muito interessante dos comerciantes, tentar reavivar a memória saloia, e uma referencia do passado de Mem Martins.

Aqui deixo a ideia para fortalecer a identidade da terra, reforçando a ligação com a sua história e com o seu passado. Será que acham a ideia interessante? Será que existe alguém interessado em divulgar e implementa-la?

"Bolo de Natal: tem a forma de pão saloio mas muito mais pequeno e faz-se, como o seu nome indica, pelo Natal. É produzido de industria caseira, não havendo, propriamente, um fabricante. A sua composição é a seguinte: farinha de trigo, açucar, limão, canela e leite. Externamente é envolvido, ligeiramente, com gema de ovo. Quando o bolo está cozido, e à saída do forno, é pincelado com manteiga derretida."
Extraído de uma carta, datada de 2 de Novembro de 1939, envida pelo Prof. Dr. Joaquim Fontes à Secção Etnográfica da Exposição do Mundo Português

6 comentários:

  1. Seria interessante se essa ideia fosse apresentada a 3 ou 4 padarias de grande revelo aqui em Mem-Martins. Talvez eles pegassem nessa ideia... Lembro-me, por exemplo, da Primavera...

    ResponderEliminar
  2. Hugo não nos pode deixar sem este espaço fantástico!! Estamos mal habituados e ansiosamente à espera do proximo post :D

    ResponderEliminar
  3. Encontrei o seu Blog a navegar na Internet. Esta mensagem chamou-me a atenção e não posso deixar de comentar. Tenho um Blog de culinária e curiosamente tenho a receita de um Bolo de Natal muito diferente deste. Podem ver esta e outras receitas em http://receitadochefe.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Continuo a não localizar essa tradição, qual a sua relação com a terra, quem a introduziu, onde mais concretamente, etc.? É curioso porque em 64 anos de vida em AMM, muito perto dos movimentos sociais, ou mesmo integrando estes, nunca ouvi tal coisa. Vou perguntar ao prof. Rui Oliveira, mentor da mostra etnográfica nos Recreios Desportivos do Algueirão, porque também este nunca se referiu a isto. Obrigado no entanto pela informação

    ResponderEliminar
  5. Durante quase 50 anos nunca ouvi falar nessa especialidade...

    ResponderEliminar