04/06/2009

PS cancela visita a Sintra, no ambito da Campanha eleitoral para as eleições Europeias

Noticia recolhida em http://correiodacidade.blogspot.com/

"O candidato socialista às europeias, Vital Moreira, cancelou a iniciativa de campanha em Sintra marcada para amanhã às 10:00. Segundo fonte do PS de Sintra adiantou ao Correio da Cidade, esta visita foi cancelada “por uma questão de prioridades” do candidato.
O cabeça de lista da candidatura do PS falha assim a campanha em Sintra. Ana Gomes, candidata escolhida pelo PS para encabeçar a lista candidata à presidência da câmara municipal de Sintra, integra a lista de Vital Moreira para o Parlamento Europeu, e falha assim também a visita de campanha a este concelho."

Eu apenas pergunto, se para a Dra. Ana Gomes, candidata à Câmara de Sintra e ao Parlamento Europeu, Sintra não é uma prioridade?

No Porto dá-se o fenómeno exactamente inversa, ou seja, a Dra Elisa Ferreira praticamente não participa na campanha eleitoral para as europeia, pois está a preparar a sua candidatura á Câmara do Porto.

A Dra Ana Gomes parece muito mais interessada em ser deputada europeia do que ser presidente da Câmara de Sintra...

Os eleitores irão decidir se querem alguém assim a representar o nosso Concelho...

8 comentários:

  1. Gostava de conhecer era a “fonte” em causa… Será a das lágrimas? Uma coisa sei: Quando a imprensa quer a bela da “fonte” vem sempre a jogo. Essa “fonte” não seca. Nunca secou… Que costas largas tem a fonte… Mas alguém acredita que um socialista diria que o Prof. Vital não vinha a Sintra por uma questão de prioridades? Logo um concelho onde tantos outros candidatos da lista vieram fazer palestras e intervenções. Engraçado é verificar que quando vem a Dra. Edite Estrela e a Dra. Ana Gomes ninguém o refere. Quando outros elementos da lista pelo concelho fazem palestras e realizam sessões de esclarecimento não há comunicação social que se interesse. Basta um jornal agarrar-se ao argumento bacoco de que o cabeça de lista não visita Sintra para choverem comentários e críticas. Mas será que a nossa democracia ainda não evoluiu ao ponto de se perceber que uma lista é muito mais que a pessoa que o encabeça? Percebo bem a necessidade do Dr. Rangel vir a Sintra. A lista do PSD é tão fraca politicamente que não há ninguém que o possa fazer por ele…

    ResponderEliminar
  2. Eu apenas me limitei a comentar uma noticia de um jornal local.
    Noticia essa, caso seja verdadeira, demostra o desinteresse da candidata pelo concelho.

    De qualquer dos modos, penso que quem contesta desta maneira, como foi o caso do "Quiebro", era bem melhor poder assinar com o proprio nome, dando a própria cara, do que desta maneira anónima...

    ResponderEliminar
  3. Esta senhora não sabe falar nem se comportar.

    Na semana passada chamou "parolo" ao Pedro Santana Lopes.

    Sendo eu arquiteta, não concordo nada com a visão desta senhora, e desta maneira posso ser eu a chamar esta senhora de "ridicula" e "ignorante".

    "As críticas ao ex-presidente da Câmara de Lisboa, que agora volta a candidatar-se à presidência da autarquia da capital, foram feitas durante um encontro de candidatos socialistas ao Parlamento Europeu com arquitectos da escola do Porto.

    "Senti uma grande fúria quando em Lisboa, por um provincianismo abjecto, se encomendou não se sabe bem o quê ao arquitecto americano [Frank Gehry] e quando em Portugal há arquitectos de extraordinária qualidade e reconhecidos internacionalmente", acusou Ana Gomes.

    Segundo a ex-embaixadora de Portugal na Indonésia, o executivo de Santana Lopes seguiu uma opção "parola" e que "originaria uma despesa incomportável".

    "Penso que os responsáveis políticos, sobretudo ao nível local, têm de tirar as devidas lições deste 'flop', em particular o dr. Lopes. Espero que essa candidatura (de Santana Lopes) não tenha nenhuma hipótese de sucesso", acrescentou.

    Em Leça da Palmeira, no encontro com os arquitectos, estiveram o presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto, o cabeça de lista socialista às europeias, Vital Moreira, bem como os candidatos da sua lista Capoulas Santos, Elisa Ferreira, Correia de Campos e Manuel dos Santos."

    para esta noticia fica a resposta de quem realmente sabe interpretar este tema: "Ana Gomes ainda não aprendeu a manifestar-se publicamente fora do registo boçal, agressivo e indecoroso.

    Tem todo o direito de criticar PSL, pois este é um adversário político. Mas, já agora, que critique as ideias e que seja capaz de apresentar alternativas. A mera classificação do adversário ou dos seus actos, não leva a lado nenhum.

    Pessoalmente, não conheço o projecto de Frank Gery ou as intenções de PSL. Mas chamo a atenção de Ana Gomes para o facto da Arquitectura ser uma Arte Maior - uma das grandes disciplinas Universais - e que é tradição das grandes culturas contratar garndes artistas no estrangeiro.

    Porquê? Porque, quando se contrata um grande artista, não se está a contratar alguém de uma outra nacionalidade. Está-se a contratar alguém que é do Mundo inteiro e que pertence ao Mundo inteiro. Está-se a contratar alguém que não conhece fronteiras e cujo trabalho é reconhecido independentemente das suas fronteiras nacionais.

    Os grandes artistas não têm nacionalidade. São do Mundo! Por isso, quando se contrata um grande artista, está-se a fazer a apologia de uma atitude cosmopolita, aberta e inovadora.

    Mas, não existem, em Portugal, grandes arquitectos? É claro que existem. Temos arquitectos de grande e extraordinária projecção mundial que também são contratados em Portugal e, pasme-se, no estrangeiro!

    Se os restantes países do Mundo seguissem a visão paroquialista de Ana Gomes, que projecção mundial teriam os Sizas Vieiras e os Soutos de Moura?"

    ResponderEliminar
  4. Caro Hugo Nicolau:
    Muito agradeço os seus comentários e o facto de ter publicado as minhas palavras.
    As minhas criticas não eram a si dirigidas mas aos órgãos de comunicação social que recorrentemente se recorrem de “fontes” para justificar noticias que de tão disparatadas não fazendo sentido nenhum.
    Volto a questionar:
    Alguém acredita que um responsável partidário dissesse que o Prof. Vital Moreira não vinha a Sintra porque tinha outras prioridades?
    No mínimo era uma forma original de fazer politica… Era a chamada táctica do “suicídio político”.
    A notícia não tem rigorosamente credibilidade nenhuma e só se entende à luz do facto do dito jornal ter publicado momentos antes um “post” em que afirmava que o Prof. Vital viria a Sintra no dia 2/06, o que não correspondia à verdade pois o evento já havia sido desmarcado.
    Quanto aos comentários da Sra. Sónia Matias gostava de dizer o seguinte:
    Portugal tem seguramente excelentes arquitectos. Os nomes de Siza Vieira e Souto Moura são um grande exemplo dado por si.
    Mas enquadremos a opção política:
    Numa autarquia com dificuldades financeiras gritantes porquê chamar um arquitecto estrangeiro pago a “peso de ouro”? Para dizer que se faz uma obra internacional? Para convencer os concidadãos que a obra é melhor por ser assinada por um arquitecto estrangeiro? Não será isto “provincianismo”?
    Hugo Nicolau:
    Peço desculpa por utilizar o nick “Quiebro”. Ao contrário do que originalmente pensou não se trata de “não querer dar a cara”. Trata-se de um perfil criado no Blogger com o qual assino também os posts que vou criando. As minhas desculpas e agradecimentos

    Bruno Parreira

    ResponderEliminar
  5. Quiebro conhece Bilbau?
    Uma cidade sem qualquer interesse, que apenas se tornou uma cidade mundialmente conhecida, e visitada da depois de uma obra do arquiteto Frack Gehry?

    A arquitectura é uma arte universal... Não existem fronteiras para arquitectura...
    Em todo o mundo se sabe ler e interpretar a linguagem arquitectonica...

    ResponderEliminar
  6. O PS cancelou a iniciativa depois de perceber que o calendário do PSD incluía a vinda da líder esta manhã. E à boa maneira socialista, mudou à pressa a reunião do conselho de ministros para Monserrate, tentando desviar atenções do PSD... Esta política mete nojo!

    ResponderEliminar
  7. Politica mete nojo...
    Só jogos sujos, e esquemas para enganar o povo... PS e PSD nunca mais...

    ResponderEliminar
  8. Acredito que é importante votar.
    Falar, criticar (Santana Lopes aqui chamado?), gritar entusiasmados faz-me acreditar na política! A política é para ser vivida com ética, com verdade e com transparência.

    Não concordo que possam ser candidatos ao parlamento europeu e de seguida serem cabeças de lista para uma câmara. Não concordo que possam ser candidatos a uma câmara e serem ao mesmo tempo deputados parlamentares.

    Precisamos de mais ética e mais serviço público.

    Votem domingo! O vosso voto é importante!

    ResponderEliminar