13/06/2014

Antigas futeboladas em Mem Martins

Noutros tempos, a chegada do verão era umas das alegrias dos jovens, fim das aulas e brincar na rua com os amigos... 

entre os rapazes o futebol era um dos passatempos favoritos... as ervas crescidas (cheias de pulgas e com cheiro de xixi de gato) nos terrenos vazios rapidamente desapareciam, com todos a correr atrás da bola... 


...se existissem obras por perto, era fantástico, nada melhor para roubar umas madeiras para fazer as balizas... 

os jogos? muda aos 10, acaba aos 20???


e onde se jogava? em Mem Martins existiam vários espaços, e estes eram onde eu jogava...

Quintalão (pessoal do bairro das Eiras)
Rua José Sampayo e Castro

Pinhal/Ti Manel (pessoal do bairro de São Carlos)
Rua Vasco Santana
(a bola às vezes ia para dentro do Lar)

Gaveto (onde se encontram construídas as moradias)
Rua dos Casais
(as vezes a bola ia para o rio) 

as nossas equipas, por vezes, deslocavam-se ao 'estrangeiro', para jogar em Sacotes, Vale de Porcas.... :)

mais tarde começaram a surgir os rinques, numa primeira fase sem balizas (urbanização do Pinhal) onde se jogava junto do pessoal das BMX's, e depois já com balizas na Quinta do Recanto (lá se marcava com o TiPedro)...
urb. Pinhal
Quinta do Recanto
SAUDADES deste jogos 'naturais' entre o pessoal das ruas, dos bairros!!!  Que bom lembrar as antigas futeboladas em Mem Martins...

e Onde é que tu jogavas???

13 comentários:

  1. Na Praceta Alves Redol, na praça (por atrás da farmácia Cristina) e ao pé do Colégio Afonso V (atrás do prédio da Renault).

    As últimas duas localizações era quando havia jogos com equipas entre ruas. :)

    ResponderEliminar
  2. Na Torre da Aguia, grandes jogatanas la se faziam, alternado com o basket.
    Saudades da liberdade, quando o ringue ficava cheio íamos para o alcatrão. Com ou sem balizas..... nem interessa

    ResponderEliminar
  3. Não posso dizer que fazia grandes futeboladas porque a rapaziada, nas redondezas donde eu morava (agora rua de Santo Estêvão) era pouca. Só no verão quando chegavam os veraneantes lá se arranjavam uns joguinhos num terreno penso que na rua Eng. Júlio Gomes da Silva, a confluir com a rua de São José. Este terreno ficava no seguimento duma vivenda que pertencia à família Valadas (conhecida casa de lubrificantes, em Lisboa). De resto, os nossos futebóis eram mesmo na estrada do Algueirão. As camionetas quase não havia e alguma carroça lá vinha de vez em quando. O problema é que a estrada era de terra e quando era a descer, o jovem futebolista apanhava embalagem e fazia algumas aterragens forçadas. Os joelhos e os cotovelos é que pagavam e deixaram marcas até hoje. No meu blogue "Salvaterra e eu" coloquei um "post" no passado dia 12 de Maio, onde relato alguma coisa dessas vivências.

    PS: Já agora, gostava de saber se a Rua Fernando Peyroteo, em Mem Martins se deve a que o mesmo aí tenha morado. Suponho que ela morava em Sintra. É que ele esteve em minha casa, talvez em 1948, com a futura esposa.

    Cumprimentos,
    João Celorico

    ResponderEliminar
  4. Lembro-me de haver verdadeiros torneios nas pracetas de Ouressa: Paiva Couceiro, Caldas Xavier e Ivens. Alguns campos relvados (com erva) e de terra batida. Lembro-me no final dos anos 70 início dos 80 de haver um campo junto da pedreira de Ouressa (local onde hoje é o jardim de Ouressa e Escola Primária). Era no final de Mem-Martins (sim em tempos Mem-Martins terminava na Paiva Couceiro) e para lá disso era mato. Outro campo existia onde hoje é a Rua Ferreira de Castro e a escola com mesmo nome. Outros haviam e que foram muito utilizados: um onde hoje está o campo de jogos da piscina de Ouressa e outro do lado de lá da linha no Algueirão onde hoje a CP tem o seu parque de manutenção. Este campo periodicamente era charruado porque o senhor que lá plantava no terreno ao lado não gostava que nós jogassemos por lá pois algumas maçarocas de milho tinham um final trágico. Muitas balizas fizémos com a madeira das obras. Muito prego pregado e terra alizada para desfazer o que a charrua fez. No campo da piscina de ouressa lembro-me de várias vezes encontrar peças do desastre de comboio ... lembro-me também de haver um túnel redondo que permitia passar por debaixo da linha de comboio. Muito brincámos por aí ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade.. fiz muitos jogos nesses "campos" e muitas vezes faziamos os jogos entre os prédios e algumas vezes lá vinham os vizinhos mandar vir por causa das bolas que batiam no prédio....

      Garcez

      Eliminar
    2. Fiz muitos jogos nesses "campos" e tambem se faziam jogos entres o prédios com as balizas a serem feitas nas paredes dos prédios...depois lá vinham os vizinhos reclamar as batidas das bolas na parede do predio....qualquer espaço servia para fazer um "campo de futebol"....

      Garcez

      Eliminar
  5. No bairro de santa Teresinha... E no alto do algueirao, na cavaleira

    ResponderEliminar
  6. No descampado em frente à Alameda Raúl Tamagnini, que ainda existe

    ResponderEliminar
  7. Nada melhor que as jogatanas que havia na Praceta Laura Alves com o pessoal de lá. Altos tempos!!

    ResponderEliminar
  8. Na quinta da Quinta Santa teresinha e na praceta da antiga GNR de mem Martins

    ResponderEliminar