24/02/2016

[CMS] Urbanização da Cavaleira vai ter um parque urbano

Na Urbanização da Cavaleira será construído um parque urbano de lazer com espaços verdes e zonas de estar pensado para todas as gerações, num terreno central com 13 mil metros quadrados, até agora abandonado. O investimento é de meio milhão de euros.
O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, anunciou a construção do parque urbano da Urbanização da Cavaleira, na presidência aberta realizada na freguesia de Algueirão Mem Martins, na última sexta-feira. Para Basílio Horta esta obra “vai valorizar esta zona e será um contributo para a qualidade de vida da população, que assim terá um espaço para atividades ao ar livre”.
A visita de trabalho a esta freguesia seguiu para a obra da ciclovia, em Ouressa, que está a decorrer conforme o previsto estará concluída em Junho de 2016.
No Complexo Desportivo Municipal de Ouressa, um equipamento recentemente requalificado pela autarquia, foi apresentado o projeto da cobertura no âmbito do programa de reabilitação de polidesportivos descobertos. A cobertura deste espaço que, atualmente, conta com cerca de 2000 utilizadores da piscina, aumenta assim o potencial para a prática desportiva de muitos atletas do concelho numa grande variedade de modalidades. O edil referiu que “com este novo espaço para a prática de desporto em conjunto com a piscina requalificada, a ciclovia, os equipamentos colocados na bacia de retenção fica esta freguesia com um polo desportivo”.
A visita seguiu para a estação ferroviária de Algueirão Mem Martins, com o objetivo de se encontrar uma solução para as paredes do apeadeiro que se encontram degradadas.
Numa área circundante à estação de Algueirão Mem Martins vão ser criadas bolsas de estacionamento de 65 lugares, de forma a dar resposta às necessidades existentes, retirando do centro mais viaturas no seguimento da requalificação da Avenida Chaby Pinheiro.
Foi apresentado o projeto de requalificação do Largo das Mercês para que ali seja criada uma nova centralidade urbana, através de uma imagem moderna aliada aos elementos de cariz histórico-patrimonial e valorização da ribeira como elemento integrador e ampliação das zonas verdes das zonas de estar.
A Presidência Aberta terminou na Escola Ferreira de Castro, em cuja  sessão de encerramento participaram vários representantes de associações daquela freguesia.
Fonte: CMS

Sem comentários:

Enviar um comentário