03/04/2016

OpiniãoAMM: O Mercado de Fanares - Um Símbolo Histórico da nossa Freguesia...

Texto Paulo Marques
(comerciante)



Hoje, estão a ressuscitar os mercados de rua por este pais fora , Lisboa por exemplo reconstruiu, modernizou e adaptou às necessidades da população  os seus mercados emblemáticos , hoje vamos ao Mercado de Campo de Ourique ou da Ribeira e vimos estes espaços com muita vida, alegria, cor.

Estes mercados transbordam de pessoas, principalmente de jovens, onde fazem as suas compras para o dia à dia e  almoçam, jantam e divertem -se.

Hoje os mercados tem uma nova identidade, uma nova filosofia, são espaços de encontro entre as pessoas, são locais de Lazer,onde está  aliada a parte comercial à cultura e ao divertimento.

Os Mercados tem novos horários, novas bancas, novos produtos e novos pólos de interesses .

A maior, mais importante e mais industrial e comercial Freguesia do Concelho de Sintra, Algueirão - Mem Martins  tem o seu mercado ao abandono .

A importância dos Mercados nas nossas vilas é enorme. Cria fluxo de pessoas nas ruas. Promove a economia local. Incentiva a criação de novos negócios. Distribui a riqueza. Cria emprego. Faz desenvolver os Projectos mais bem-sucedidos. Promove a qualidade de vida. Cria empregos de proximidade.


Somos da opinião de que o poder local deveria promover a vida dos seus centros urbanos, criando uma dinâmica forte nas vilas e assim tornar as suas localidades mais atraentes e vivas e não seguir pelo caminho mais fácil e por consequência destruir a vila que tem por obrigação de zelar.

2 comentários:

  1. Nao podia estar mais de acordo com tudo o que li neste artigo e passo a acrescentar que apesar de ja se encontrar um pouco degradado ,seria uma mais valia para a populacao a recuperacao do espaco recriando nao so a tradicao como dando vida ao local que outrora fora muito animado pela circulacao de pessoas que ali se delocavam para fazer as sua compras,especialmente ao fim de semana.Sem querer fazer comparacoes com nada quero apenas salientar que por vezes pensamos que este tipo de obras ou investimentos sao caros e nao ha dinheiro ou orcamento financeiro para cobrir as despezas mas a verdade e que sempre se vai arranjando algum como foi o caso da Nova Igreja hoje inaugurada.Sei bem que a verba talvez nao tenha vindo do mesmo sitio mas o que quero dizer e que com boa vontade sempre se chega la mas tem de haver um arranque ou empurraozinho da Autarquia e nisto estou certo que sim que nao estara em saco roto este problema,apenas vamos esperando que ele venha a lume e seja trazido a mesa o mais breve possivel para que os custos nao se elevem mais ainda ,Fica aqui a chamada de atencao para este caso que julgo ser um dos mais importantes a resolver na nossa Freguuesia. Bem Hajam

    ResponderEliminar
  2. Um espaço a recuperar que se torna urgente. É necessário que a zona onde se localiza seja dinamizada e tanto que ali se podia fazer.
    Tanto do tanto que não existe.

    ResponderEliminar