26/11/2016

[Correio Manhã] Escola desinfetada após internamento de aluna


Menina de nove anos frequenta a EB1/JI de Algueirão e foi submetida a uma neurocirurgia.
Uma menina de nove anos, aluna do 4º ano da Escola Básica do 1º ciclo e Jardim de Infância de Algueirão, em Sintra, foi hospitalizada e submetida a uma cirurgia ao cérebro. A situação foi confirmada esta quinta-feira ao Correio da Manhã pela direção do Agrupamento de Escolas de Algueirão. "Tivemos conhecimento da cirurgia hoje de manhã [ontem] e já comunicámos o caso à Unidade de Saúde Pública", garantiu Fátima Morais, diretora do agrupamento. "A informação que tenho é de que, alegadamente, poderá tratar-se de uma virose dentro de um quadro gripal, mas não é uma situação que possa confirmar", explicou ainda a responsável. Um encarregado de educação, cujo filho é colega da menina, acusa a escola de agir "como se nada tivesse acontecido", sem tomar "medidas preventivas e de higienização" ou informar os pais. "A partir do momento em que soubemos que a menina estava internada, tomámos todas as providências necessárias na escola. Realizámos a limpeza, desinfeção e arejamento das salas, num processo que ainda está a decorrer", assegurou Bruno Valente, coordenador da escola frequentada pela menina, que desde segunda-feira não vai às aulas. Questionados sobre o estado de saúde da aluna, os dois responsáveis não avançaram qualquer informação. O CM tentou contactar a coordenadora da Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra, Noémia Gonçalves, sem sucesso. Foi ainda feito um pedido de esclarecimentos à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, que não respondeu até ao fecho desta edição.
Bruno Valente, coordenador da EB1/JI de Algueirão, garantiu que foram tomados todos os cuidados nesta situação

Sem comentários:

Enviar um comentário