21/01/2017

Pavimento dos passeios na Av. Chaby Pinheiro [video]

Nas obras que continuam a minar Lisboa, a Câmara Municipal tem abdicado de grande parte da tradicional pedra da calçada, por substituição por pavimento anti-derrapante, mais confortável e mais seguro.

O que é certo, é que em locais onde existe 'Calçada Portuguesa' ou 'Pavimento mais regular e mais confortável', escolha é natural...

Na inauguração do novo pavimento, o presidente da Câmara de Lisboa deixou o aviso: "esta é a solução que vai ficar na cidade", cita o Público.

No entender de Paulo Aleixo, estes passeios vão permitir que a cidade esteja mais dinamizada e vai convidar as pessoas a andar mais a pé, acreditando que esta é a visão da Câmara de Lisboa.

Calçada à portuguesa ou blocos de cimento branco a revestir os passeios de Lisboa? O debate reacendeu-se depois de, há cerca de uma semana, o presidente da câmara municipal (CML), Fernando Medina, ter visitado a renovada Rua de Alcântara, onde foi maioritariamente adotada a última solução, instalada a par de uma estreita faixa tradicional junto aos prédios.

Quem ali reside e trabalha está satisfeito e sente-se mais seguro ao caminhar na rua, mas, para Luís Marques da Silva, arquiteto e membro do movimento cívico Fórum Cidadania Lx, o novo material não traz qualquer vantagem, "a não ser na linha de partida", incluindo para pessoas que se desloquem em cadeira-de-rodas. A autarquia contrapõe, por sua vez, que nas "freguesias identificadas como centro histórico", o "princípio geral é o da manutenção ou reconstrução da calçada em vidraço", devendo "haver cuidados particulares na escolha da pedra, na execução e na certificação dos calceteiros executantes". Já nas restantes, a orientação é para que seja instalada "sempre uma faixa de pavimento confortável, contínuo e antiderrapante, (...) adaptável à largura efetiva do passeio". O objetivo é haver passeios "seguros e confortáveis" para todos.


"Está muito melhor. Já não escorrega", congratula-se Adelaide Marques, 75 anos e há 47 residente perto da Rua de Alcântara. Não é a única a pensar assim. Funcionário há mais de dez anos na Pastelaria Lorena, Ângelo Leal estava já habituado a ver, "de volta e meia", a ver pessoas, sobretudo idosos, a cair no passeio em calçada. Agora, já não acredita que tal vá acontecer. "Só é pena que não tenham ido até mais longe", acrescenta a idosa.

http://www.dn.pt/sociedade/interior/cimento-em-vez-de-calcada-em-lisboa-esta-muito-melhor-5050446.html


Qual será a solução para os passeios na obras que está a decorrer na Av. Chaby Pinheiro e zona envolvente, em Mem Martins?

Mantém-se a tradicional pedra da calçada? Ou outro tipo de pavimento à semelhança de Lisboa?


1 comentário:

  1. Outro pavimento mais confortável.
    Calcada Portuguesa e muito bonita mas impede grandes caminhadas ,sobretudo para pessoas mais idosas

    ResponderEliminar