18/04/2013

Assembleia de Freguesia rejeita orçamento pela 8ª vez


Assembleia de Freguesia rejeitou pela 8ª. vez a proposta de orçamento... A Junta está desde 2010 a trabalhar com o orçamento de 2009...

Isto é uma vergonha... será que estas pessoas não conseguem negociar? Não conseguem chegar a um acordo? Irão ter coragem para voltar a representar a freguesia de Algueirão Mem Martins? E o presidente mantêm-se no lugar durante tantos anos sem conseguir aprovar um orçamento?

Gostava de ouvir a opinião de todas as forças politicas e estou disponível para divulgar neste blog as justificações e os argumentos...

Abaixo, link com nomes e partidos políticos dos elementos da Assembleia de Freguesia
(numa empresa privada estavam TODOS despedidos)


Comunicação à impressa do Presidente da Junta de Freguesia

ORÇAMENTO PARA 2013, REJEITADO PELA 8ª VEZ

Em reunião de Assembleia de Freguesia de Algueirão Mem Martins, realizada no dia 15 de Abril em Mem Martins, foi aprovada a Conta de Gerência do ano de 2012, no valor de dois milhões duzentos e setenta e um mil euros.

Os investimentos mais significativos foram feitos na manutenção e requalificação dos espaços verdes, parques infantis e de lazer, na recuperação de calçadas, no apoio social e na educação.
Outros investimentos podiam ter sido feitos se entretanto a Junta tivesse o Orçamento aprovado. A Junta está desde 2010 a trabalhar com o orçamento de 2009,  uma vez mais a Assembleia de Freguesia rejeitou pela 8ª. vez a proposta de orçamento que incluía a incorporação do saldo da gerência de 2012, contemplando alguns projectos que têm sido sistematicamente adiados desde 2010, por falta de entendimento entre as entre as diversas forças politicas.  

Esta situação é verdadeiramente incompreensível e caricata, na medida em que o órgão deliberativo, que é a Assembleia de Freguesia, rejeita todos os anos os orçamentos e planos de actividade, acabando por aprova as contas do exercício, com base num orçamento que em forma legal existe e é do ano de 2009, mas de facto não existe por ter vindo a ser desde 2010 rejeitado.

Ao aprovar as contas a Assembleia de Freguesia de Algueirão Mem Martins, dá cobertura e autorizar um conjunto de despesas, sobre as quais sempre se opôs, em consequência da rejeição dos orçamentos. É uma situação verdadeiramente inexplicável, que aceito, só por ser um órgão deliberativo.

Manuel do Cabo
Presidente da Junta de Freguesia de Algueirão Mem Martins

5 comentários:

  1. Quem não tem por missão servir os interesses das populações, não deve, pura e simplesmente, se propor a ser eleito!!
    Contudo, e se isso acontecer, como parece que aconteceu, e acontece em 99% dos cargos públicos preenchidos após eleições, deverá primar pela defesa dos interesses das populações onde exerce o seu mandato!! Não é? Mas parece que não é, porque, pela leitura desta notícia, que desconhecia por completo, parece que os senhores andarão há cerca de 4 anos para aprovar um orçamento!!! Numa empresa privada não passavam dos 3 meses de experiência!! E olhem que trabalhei 38 anos em empresas e grupos privados, e vi muito boa gente em cargos directivos a ser pura e simplesmente dispensada por muito menos, claro!!! Consciência e bom senso meus senhores!!!

    ResponderEliminar
  2. Os eleitores gostam do presidente, os politicos nao, por isso e o unico presidente ha 8 anos em algueirao mem-martins. Quem rejeita nunca ganhou nada e tem dor de cotovelo, porque nunca construiu nada, so olhou para o seu umbigo. Boa noite a todos.

    ResponderEliminar
  3. Nesta Freguesia tão repleta de fregueses, parece que ninguém se entende. Um dia, resolvi assistir a uma reunião onde como tema principal, lá estava o dito orçamento para ser aprovado e o resultado foi o que agora aqui se dá a conhecer. Todos querem discursar, mandar bocas e arrasar a concorrência. Ora até aqui, parece-me que se está a dar continuidade a tudo o que se passa no país inteiro. Só que esquecem-se de que com esta atitude, somos nós, os ditos fregueses e esta nossa terra, que se vai afundando neste desnorte. Tudo é contestado. Enfim, só quem assistiu é que pode imaginar o desconforto de tudo o que lá assisti. Tenho pena, pois muitos destes autarcas são pessoas minhas conhecidas e nunca pensei que se portassem daquela maneira.

    ResponderEliminar
  4. ISTO É UMA VERGONHA... birrinha de crianças...

    ResponderEliminar
  5. O executivo de Junta de Freguesia de Algueirão - Mem Martins, constituído por representantes do PSD, do CDS-PP e da CDU, apresentou na última Assembleia de Freguesia, uma proposta de orçamento que, pelo quarto ano consecutivo, mereceu a reprovação da maioria dos membros Assembleia de Freguesia.

    Os documentos apresentados, o PPI e o orçamento, são tão somente réplicas dos apresentados em 2009. Com estes partilham os mesmos erros, uma verdadeira ausência de soluções para os reais problemas da Freguesia, uma total e incompleta insensibilidade para os problemas sociais das famílias que residem na Freguesia.

    Estamos perante um executivo que vive do passado e no passado. Um executivo demasiado ocupado na gestão de equilíbrios entre o Presidente de Junta e os restantes partidos que compõem o executivo, sem capacidade de possibilitar aos cidadãos um presente e um futuro melhores.

    Ao longo deste mandato, leia-se 4 anos, este executivo não conseguiu ver aprovado qualquer proposta de orçamento. A sistemática reprovação deste documento por parte da maioria dos membros da Assembleia de Freguesia é a evidência que este executivo é incapaz de apresentar soluções credíveis aos reais e fortes problemas que hoje as famílias desta freguesia sentem.

    Este não é o orçamento do PS. Revela um completo alheamento da realidade da freguesia. Este não é o orçamento que a freguesia de Algueirão Mem Martins necessita.

    ResponderEliminar