21/09/2008

Adeus Rádio Ocidente


video
A Radio Ocidente era sem dúvida uma rádio local, que não se limitava apenas a passar musica, mas que estava sempre junto da população, com noticias regionais, divulgação de eventos e colaboração no desporto.
Lembro-me, que estava sempre em cima das novidade do concelho de Cascais, Oeiras e Sintra, e bastava sintonizar os 88.00 FM, para se estar bem informado.

Foi uma radio que teve na sua equipa profissionais como João Baião, Mila Ferreira, Ediberto Lima, Miguel Dias, Carlos Corveira, Sara Narciso, Jorge Manuel Tavares, Ventura Saraiva, Jorge Lima, entre outros...

Nesta frequencia sempre se valorizou a musica portuguesa e o desporto regional, com relatos de futebol dos clubes do concelho.

Lembro-me de ser criança, e de ligar a radio quando ouvia a sirene dos bombeiros para saber o que se estava a passar, ou para ouvir os meus professores a falar dos problemas da minha escola.
Era Serviço Público Regional...

É com saudade que recordo esta radio, que muita falta faz no panorama local, e que foi substituída pela poderosa Mega FM, do Grupo Renascença, que apenas se limita a passar musica estrangeira e pouco mais.

Era uma das Rádios locais com mais audiência na Região de Lisboa.


RFM


11,7


Rádio Renascença


11,5


TSF


7,0


Rádio Clube Português


6,7


Best Rock FM


5,7


Cidade FM


5,3


Rádio Comercial


4,6


Mega FM


3,5


Antena 1


3,3


Antena 3


2,0


Estação Orbital


1,4


Rádio Capital


1,3


Rádio Ocidente


1,0


Mix FM


0,8


Rádio Marginal


0,6


Rádio Seixal FM


0,6


Rádio Oxigénio


0,5


Rádio Voxx


0,5


RDP África


0,5


Antena 2


0,4


Rádio Radar


0,4


Romântica FM


0,4


Tropical FM


0,3


Rádio Mais


0,2


Rádio Nacional


0,2


Rádio Clube de Sintra


0,2

6 comentários:

  1. Tenho de confessar que também tenho alguma sinto alguma nostalgia desta rádio... mas nunca soube ao certo o porquê do seu desaparecimento. Porque é que a Ocidente desapareceu e a RCS continua ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde João,
      Tantos anos depois deparo-me com este Post e respondo.
      O problema é que infelizmente a economia não ajudou. Esta rádio tinha uma mega estrutura humana e técnica que comportava grandes custos, resultado também de enormes investimentos que no meu entender foram desnecessários.
      O problema é que existem também grandes grupos de comunicação que através do seu poder economico acabam por comprar as rádios fragilizadas e colocar-lhes um fim, que é servir para retransmissor de emissão em cadeia.
      Acaba assim a dita "Rádio Local" que neste caso era de excelência.
      A RCS continua mas já não tem muito a haver com uma Rádio Local, está ligada presumivelmente a um grupo religioso, na minha analise à sua emissão. Mas é uma opção que quem é proprietário da própria emissora.
      Agora Ocidente tão depressa não volta a haver.
      Tivesse eu uma emissora em mãos que e a realidade aí poderia ser novamente outra.
      Cumprimentos.

      Eliminar
  2. Que saudades dessa rádio nos anos 90.
    Infelizmente foi perdendo qualidade ao longo do tempo até que agora desapareceu completamente.
    Havia um programa com discos pedidos, nada com músicas pimba, eu ligava para lá todos os dias a pedir Madonna. :)) tinha os meus 15 - 16 anos. Dedicava-as sempre a quem fazia o programa que normalmente era o Todor Alexander, aquilo era uma gravação que se fazia e dps passava mais tarde na rádio.
    Não havia mais nada para se fazer e esse era o entertenimento da altura.

    ResponderEliminar
  3. Foi com alguma surpresa que encontrei este site, e como seria de esperar, não poderia de aqui deixar o meu contributo.

    Eu também pertenci a essa grande rádio, Para além de outros trabalhos de locução e animação, era responsável pelo Rodagem, um programa de desportos motorizados.

    Durante os anos em que lá estive, para além de vez em quando ter que ir à Serra ligar o disjuntor do emissor que caía quando havia trovoadas, fiz imensos trabalhos do exterior com o estúdio móvel, andei nos incêndios a fazer reportagens, eu sei lá o que fiz nessa estação, só tive pena foi de uns certos amigos que por motivos que aqui não mencionarei, deram cabo da minha promissora carreira.
    Por inveja ou por ser talvez bom de mais no que fazia, “fui corrido”.
    Azar para os autores de tais actos, já que a rádio tempos depois seria vendida para se transformar em mais um retransmissor, e ficaram no desemprego.

    Pois é, eu sou o Francisco Baudouin, alguém se lembra dos meus programas ?

    ResponderEliminar
  4. E eu o João Alves(café da noite)....saudades

    ResponderEliminar
  5. Que Saudades da rádio Ocidente! "A informação antes da hora!"

    ResponderEliminar