16/10/2011

"Feira" de Mem Martins

Depois de toda a polémica, no passado recente, sobre as feiras que se realizavam em Mem Martins, a Feira de Fanares e da Capela, não deixo de achar curioso, quando vejo o que se passa actualmente na Estrada de Mem Martins...
Eu só posso perguntar: "Este espaço reduzido, mesmo em cima da estrada, com um passeio apertado para as pessoas, sem acesso para deficientes, cumpre tudo o que é necessário para este tipo de venda????"

A Feira da Capela e a Feira de Fanares eram ilegais, mas este espaço já é legal???



12 comentários:

  1. Esta "nova" feira parece um mercado da candonga das alfaces e das nêsperas. A "nova" feira da tapada também tem este estilo traficante de fruta.

    A malta do dinheiro e a câmara é que a sabem toda, grande coincidência terem reduzido o tamanho e a localização das nossas feiras e ao mesmo tempo ter aberto o forum e o continente dentro da freguesia.

    Vingança do Chinês... Com estes cortes todos e aumentos de impostos, resta-nos comprar as hortaliças à socapa, sem iva e a preço de amigo.

    ResponderEliminar
  2. Boas,
    Uns dos motivos que também foi falado, era que os feirantes deixavam o lixo espalhado pelo chão, impediam a entrada dos moradores aos prédios e que usavam o átrio de entrada dos prédios como provadores/wc...

    ResponderEliminar
  3. Ao ver as fotos, chamei a minha metade para dar a sua opinião.

    Disse-me que costuma comprar nesse local por ser muito central e que, realmente, não tem as mínimas condições.

    Pergunta-se : Não há um terreno grande e acessível para se fazer um mercado com as mínimas condições ?

    Parece impossível !

    Qualquer metro qiadrado de terreno livre é disputado para nele se plantar mais cimento armado ...

    rajat

    ResponderEliminar
  4. Está visto que acabar com as feiras, ou quase, foi má solução para as nossas compras. Dia 15 de novembro fecha o Leclerc do Algueirão e durante 2012 ainda podem fechar mais supermercados em Algueirão Mem Martins. Onde é que vamos comprar a paparoca? Plantar couves como os nossos pais plantavam? Já tenho alguma idade e não posso fazer maratonas a pé, e pegar no carro para fazer compras é cada vez mais caro. Que se arranje um novo espaço para fazer uma feira grande, digna e asseada é preciso.

    Um cidadão cheio de insónias, António Vilar

    ResponderEliminar
  5. Uma vergonha terem acabado com a feira e agora inventaram este buraco. Voltem a fazer a feira onde sempre se fez.
    O senhor presidente da junta é muito culpado destas invenções. Incompetente, incompetente e mais incompetente!

    ResponderEliminar
  6. A feira tem que voltar a ser como sempre foi.
    Esta confusão com a nossa feira tem muito a ver com a falta de visão da actual equipa da junta de freguesia. Manuel do Cabo gosta muito do forum e da imagem.

    ResponderEliminar
  7. é ridículo... mas melhor do que nada... prefiro mil vezes esta fruta saloia, do que os "Limões da Argentina"

    os políticos alimentam as grandes superfícies, deixam morrer o pequeno comercio, o pequeno agricultor e tornam esta feiras em espaços ridículos...

    ResponderEliminar
  8. Este espaço foi uma maneira de se poder manter os costumes de venda de hortícolas e frutícolas saloias. De certeza quem quiser investir na melhoração dos espaços para melhoramento das condições actuais a gerênça do espaço agradece e está ao dispor dos bens intencionados e agradece. Até lá dentro das condições que se tem dentre deste espaço pequeno e na correntésa dessa via cumpre de certeza as normas exigidas a todos que ali trabalhão. Espaços a muitos poucos se dão ao trabalho de fazer alguma coisa, mas adoram criticar por trás.

    ResponderEliminar
  9. Respondendo ao Victor, sempre me deixaram entrar na minha rua. E falo da feira da capela. Não tenho conhecimento de nenhuma entrada de nenhum prédio do largo ter sido usado como WC. Em relação ao lixo, os varredores que lá estavam se, em vez de passarem horas a dar água sem caneco e falar ao telemóvel, varressem a rua, esse problema não existiria. Vivo aqui desde que nasci e posso dizer que sinto falta da feira. Ah, e espero que o comentário seja publicado. PS: Este presidente não vale a ponta de um chavelho.

    ResponderEliminar
  10. Não concordo quando se acusam as autarquias de querem acabar com as feiras, as que haviam em Mem Martins não tinham as condições minimimas para quem vende e para quem essencialmente habitava onde as feiras eram feitas, não sei como se chamava a feira que se realizava perto das actuais instalações da PSP, mas aquela feira era um incomodo para os moradores, muitos viram-se impedidos de descanso a que tinham direitos muitos viram-se prejudicados até financeiramente por era um impeditivo a vender os imoveis muitos deles tiveram que so vender a preços muito abaixo do mercado, a saida da feira daquela zona peca sim é por demasiado tardia..Para este pequeno mercado, também acho que não têm condições e deveriam acabar com ele, frequento com alguma assuididade a zona e aos sábados a atenção nesta zona têm de ser triplicada, pessoas no meio da estrada á espera talvez de um conductor menos atento que as atropele é "mato", nunca foi á feira, mas de pasasgem parece-me a mim ter tudo menos condições

    ResponderEliminar
  11. É óbvio que as feiras foram massacradas para dar mais consumidores ao Forum e ao Continente de Mem-Martins. O senhor do Cabo e os vereadores responsáveis sabem muito bem fazer negócios. Não é só dizer mal, é dizer a verdade!

    Mais um ano de aperto económico e financeiro e as feiras reaparecem, tempo ao tempo, impostos gigantescos e a fome vão voltar a revolucionar o consumo, mas em vez de ficarem deslumbrados por ter cinema perto de casa, vão ficar contentes por terem frutas e hortaliças baratas. Vai uma aposta?

    Já agora fica a nota... O que é que está a acontecer ao comércio dentro do Forum? O 1º piso está a ficar sem lojas porquê? O que se estará a passar?

    ResponderEliminar
  12. Eu gostaria de saber onde se localiza esta feira?Qual a estação de comboios em que se sai e eventuais outros pontos de referencia.obrigado...!!!

    ResponderEliminar