02/03/2015

O Crime do Casal de Vale de Milho no Algueirão

Foi há 210 anos... 
Casal do Vale de Milho - Algueirão
Documentos avulso relatam-nos episódios, de maior ou menor importância histórica passados na freguesia.
É o caso de uma nota referente à hecatombe acontecida na noite de 2 de Março de 1805, no Casal de Vale de Milho, não longe do Algueirão. 

Foram mortas cinco pessoas
, conforme o afirma a lápide que relembra o crime, com as suas cinco cruzes esculpidas no Altar.
lápide desaparecida

O escândalo provocado pelo crime, levou Pina Manique, por ordem do Príncipe Regente D.João, futuro D.João VI, a atribuir uma avultada recompensa a quem denunciasse os criminosos. Mas ninguém mereceu o prémio. Os mortos jazem na Igreja de São Pedro de Penaferrim.

Dom João VI e Dona Carlota
Embora a causa do crime se mantenha ignorada, reza a tradição que os assassinatos se deveram ao desejo de esconder os amores pecaminosos de D. Carlota Joaquina, mulher do príncipe D.João.

Sousa Viterbo afirma até que os criminosos haviam partido de Mem Martins, do vizinho Casal de Ouressa, e acrescenta terem sido estes os últimos condenados a serem expostos no Pelourinho de Sintra.

Texto do livro "Descobrir Algueirão-Mem Martins", de Dulce Pinto

9 comentários:

  1. Estas ruinas ainda existem? Em caso afirmativo onde as podemos?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, do outro lado da estrada do LIDL da Cavaleira...

      Eliminar
    2. Existem e na minha adolescência exploramos tudo o que havia para explorar até a GNR de mem martins tomar conta daquilo. Havia o celeiro onde ainda estavam carroças, mas mais tarde já alguém teria lá posto maquinaria. A casa estava em ruinas, mas ainda se subia ao primeiro andar, uma das divisoes da casa estava encrrada e nunca conseguimos abrir, nunca saberemos o que lá estava. Sei que a mesma placa acima refrida foi roubada....

      Eliminar
  2. Hugo, acho que abriu uma vaga de romaria aqui à Cavaleira ;)
    Gostei de ler este artigo!

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pela informação Hugo Nicolau. Pensava que estas ruínas eram o que restava do designado Casal da Cavaleira. OU será que as duas designações são a mesma coisa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o Casal da Cavaleira localizava-se perto do local onde hoje está instalado o Pingo Doce

      Eliminar
    2. Tenho uma ideia desta história contada pelo meu pai, quando viemos viver para cá. Tenho ideia de que seria perto duma lagoa, um pouco acima de Ouressa, onde mais tarde aconteceu um acidente e morreu um jovem, mas não tenho bem a certeza. Sem ser uma lenda , faz parte nossa história da nossa cidade.

      Eliminar
    3. Quem sai da rotunda em direcção à Portela de sintra, mal entra na via rápida vê se no top do monte do lado direito se não me falha a memória. ..

      Eliminar
  4. Nos quando eramos miudos imamos para lá chamavamos a vacaria e tbb sabiamos essa historia, haviam 5 arvores la plantadas e dizia-se que as arvores nasceram onde os corpos tinham cido enterrados

    ResponderEliminar