20/07/2009

Quando abre a SUB em Mem Martins?

Volto ao tema da SUB de Mem Martins, pelo facto de o tempo passar e nada...













A primeira comunicação da ministra Ana Jorge, dizia que estaria a funcionar no 1º trimestre do ano (Janeiro, Fevereiro e Março). Depois, devido a atrasos, tudo ficou adiado impreterivelmente até ao 2º semestre (Abril, Maio e Junho).

O que é certo é que hoje é dia 20 de Julho (já no 3º trimestre) e nada. A que se deve o atraso?
- Atraso nas obras?
- Dificuldade em contratar pessoal?
- Ou será tudo devido ao calendário eleitoral que se aproxima?

Como querem os políticos que as pessoas acreditem não suas palavras, se ele não cumprem com as promessas que fazem?
Aqui fica o link com a noticia da TSF em Janeiro, com a gravação das palavras da Ministra:
http://tsf.sapo.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1068138








A população precisa deste espaço de saúde, que espero venha a ser uma verdadeira alternativa às urgências super saturadas do Hospital Amadora-Sintra.


E o cruzamento, junto à entrada do espaço, vai ficar assim? Perigoso? Não vai existir nenhuma intervenção?

4 comentários:

  1. Não te esqueças que para o Cacém, prometeram um hospital de retaguarda ao Amadora-Sintra, até se vendeu o terreno, 7M de €. Não foi feito... (Nem vai ser) E o cheque foi devolvido (O Seara passou-se com os Ministérios da Saúde, do Ambiente e com a Mello Saúde). O Ministério da Saúde, desde que saiu o anterior ministro, parece uma anarquia. Correia de Campos, pelo menos quando dizia que fechava as urgências, elas fechavam mesmo.

    ResponderEliminar
  2. João Paulo Gonçalves21 de julho de 2009 às 14:42

    O edifício (contentores) em si parece estar terminado pelo menos visto cá de fora. O que também se vê á volta é uma espécie de mini-caos com entulho, e o edifício contiguo, pertencente á antiga fábrica, num estado de degradação bastante desagradável.
    Quanto a ser alternativa ao Amadora-Sintra, duvido muito, pois não será com 2 médicos e 2 enfermeiras em permanência que se vão resolver os problemas das urgências na nossa zona. Parece mais fogo de vista do que outra coisa qualquer. Será sempre melhor do que nada mas não acredito que a diferença seja grande para o que se passa actualmente.
    Precisamos mesmo é do "famoso" Hospital de Sintra que não se sabe bem se, e quando, virá a existir...

    ResponderEliminar
  3. Segundo me informou hoje a ARS-LVT, abre esta quinta-feira, pelas 15 horas. Isto se não sofrer novo atraso...

    ResponderEliminar
  4. ...Fernando Seara passou-se com a questão do Hospital no Cacém, porque toda a gente lhe mentiu (Nós fomos os piores, chegámos a dizer que coordenavamos o projecto e que tratávamos das licenças)...

    ResponderEliminar